3 nov 2006 - 12h00

Manchetes atleticanas desta sexta-feira

Um Atlético digno da tradição do Furacão
Pelas mãos do técnico Oswaldo Alvarez em 2006 o Atlético está conseguindo números superiores até mesmo às consagradas campanhas do períoda pós-inauguração da Arena. Reflexo desse sucesso é o fato de, passados 24 jogos sob o comando de Vadão, o Rubro-Negro não apenas ter afastado o fantasma do descenso como ter posto em seu lugar a disputa por um título continental (Copa Sul–Americana) e por uma vaga na Libertadores de 2007.

 

Atlético atrás de um sonho ainda possível
O Atlético partiu ontem para o Rio na primeira etapa de um novo desafio. Após a vitória de 6 a 4 sobre o Vasco, a Libertadores passou a ser a meta do Furacão no Campeonato Brasileiro. O Flamengo é o primeiro obstáculo de um caminho quase impossível.

 

Vira, vira, vira, virou!
Dez gols em 94 minutos de futebol. Um jogo espetacular. A vitória por 6 a 4 sobre o Vasco, ontem na Baixada, fez a torcida do Atlético delirar e vibrar na véspera do Dia de Finados. Mais do que isso, o resultado transformou um ex-ameaçado pelo rebaixamento num candidato às quatro vagas na Libertadores.

 

Furacão briga para ter o melhor ataque do Brasileirão
A excepcional performance do ataque do Atlético Paranaense, que marcou 14 gols somente nos últimos três jogos, já coloca o time na briga para ser o mais ofensivo do Brasileirão.

 

Libertadores volta a fazer parte dos planos do Furacão
Após o incomum 6 a 4 diante do Vasco, o técnico do Atlético Paranaense, Oswaldo Alvarez, acredita que a partida entrará para a história do futebol brasileiro. Para o treinador, o time falhou muito, mas se recuperou e fez um segundo tempo brilhante.

 


Últimas Notícias