15 nov 2006 - 0h09

Marcos Aurélio marcou gol em todos os confrontos

Gols em todos os confrontos da Copa Sul-Americana, jogadas que entortaram os zagueiros adversários, agilidade e velocidade que deixam para trás qualquer marcador. Estas foram as marcas deixadas pelo atacante Marcos Aurélio nesta competição continental. Com apenas 1,67 metros de altura e 22 anos, o camisa 11 atleticano já provou que sua pequena estatura não influencia na capacidade de fazer gols.

Habilidade comprovada já que o jogador é o artilheiro da equipe nas duas competições que o time está disputando. No Campeonato Brasileiro ele já balançou dez vezes as redes adversárias e quatro na Sul-Americana. Além de também ser o principal goleador do time na temporada, com quatorze gols.

Em todos os seis confrontos da competição sul-americana, o atacante deixou sua marca. Paraná, River Plate e Nacional já sofreram com as bolas na rede do pequeno. Nesta quarta-feira, frente a equipe do Pachuca, pelas semifinais do torneio continental, Marcos quer provar mais uma vez o porque é considerado o baixinho que resolve. Segundo o artilheiro, a torcida terá papel fundamental na partida diante do time mexicano. “Temos que ter tranqüilidade para fazermos um bom jogo e conquistarmos o resultado positivo. Dentro de campo daremos o máximo. E com o apoio da torcida vamos impor nosso ritmo e vamos confiantes para o jogo", disse.

Protagonista de gols decisivos, o atacante já marcou quatro no certame internacional e ainda luta pela artilharia da competição. Ele está atrás apenas de Fernandez, que tem seis, e de Suazo, com sete, ambos do Colo-Colo. Para o atleta ter sido poupado da partida contra o Grêmio, no último domingo, pode ajudar a equipe a entrar em campo com mais força e vontade. “Foi essencial esse descanso para nós. Agora estamos renovados para fazer o melhor possível nesse jogo tão importante para o clube”, finalizou.

Contratado pelo Rubro-Negro em abril deste ano, vindo do Bragantino. Sua estréia pelo Atlético aconteceu no dia 5 de agosto contra o Corinthians, no Pacaembu. Quinze dias depois ele marcou seu primeiro gol diante da equipe do Figueirense. De lá para cá, Marcos Aurélio de Oliveira Lima já vestiu a camisa atleticana vinte e cinco vezes.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…