17 nov 2006 - 9h03

Manchetes atleticanas desta sexta-feira

Aloísio provoca o Atlético
“É uma coincidência feliz. Ser campeão é bom de qualquer jeito, mas contra o Atlético melhor ainda”, disparou, com o cuidado de deixar claro não ter problema algum com os ex-companheiros. “Respeito e sou amigo de vários jogadores, como Alan Bahia, Danilo, Dênis Marques e Dagoberto, converso com alguns deles pelo telefone até hoje. Mas tenho bronca da diretoria que quis me prejudicar”, explicou.

 

Atlético ainda não confirmou mistão
Em um dia, o Atlético passou de protagonista na Copa Sul-Americana a coadjuvante no jogo decisivo do Campeonato Brasileiro. Domingo, às 16h, o Furacão é o adversário do São Paulo, que precisa de uma vitória para garantir o quarto título nacional. E ainda não se sabe qual escalação será utilizada no Morumbi – se os titulares, os reservas ou se um “mistão” será montado.

 

Vadão liberado para usar reservas
O Atlético pode usar um time reserva na 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, domingo, contra o São Paulo, no Morumbi. Na próxima quarta-feira, a equipe paranaense disputará a partida de volta das semifinais da Copa Sul-Americana e, por isso, poderá poupar os principais titulares.

 

Vadão não sabe se poupa jogadores contra São Paulo
O técnico Oswaldo Alvarez ainda não decidiu se poupará os titulares do Atlético Paranaense no jogo de domingo, contra o São Paulo, pelo Brasileiro. Depois, na quarta-feira, o time paranaense tem o jogo de volta pela Sul-Americana, na qual precisa vencer por dois gols de diferença o Pachuca (MEX), já que perdeu a primeira partida na Arena, por 1 a 0.

 

Vadão garante que o time está vivo na Sul-Americana
A derrota para o Pachuca, em plena Kyocera Arena lotada, na quarta-feira, complicou a situação do Atlético na semifinal da Copa Sul-Americana. Mas o técnico Vadão está confiante na possibilidade de reverter a vantagem no México, na próxima quarta-feira. E o retrospecto pode inspirar o time no duelo de volta: o Furacão venceu todas as partidas fora de casa até agora na competição.

 

Vadão garante que não tem nada decidido
Tem um monte de gente que já jogou a toalha, devido à superioridade técnica dos mexicanos. Porém, no Atlético está todo mundo acreditando que dá para chegar à grande final da Copa Sul-Americana. Agora, para garantir a classificação, o Furacão terá que fazer dois gols obrigatoriamente na casa do adversário.

 


Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…