22 nov 2006 - 0h35

Sí, se puede!

A madrugada desta quarta-feira pode ser histórica para o Atlético e o futebol brasileiro. Único representante do país a continuar na Copa Sul-Americana, o Rubro-negro pode se tornar o primeiro clube brasileiro a chegar na final da competição, a segunda final internacional em 82 anos de história do clube. Para isso, a equipe comandada por Oswaldo Alvarez precisa fazer no México o que não conseguiu fazer no Brasil: vencer o Pachuca.

A matemática para a classificação é simples. Se o Atlético vencer por 1 a 0 a decisão do finalista será nos pênaltis. Qualquer outra vitória atleticana garante ao clube a vaga na final. Empate ou vitória do Pachuca dá aos mexicanos o direito de disputar o título do torneio.

São 90 minutos que podem fazer os onze heróis vestidos de vermelho-e-preto salvarem o ano atleticano. Para isso, o técnico Vadão contará com força máxima em campo, no estádio Hidalgo. Liberados pelo Departamento Médico, o zagueiro João Leonardo e o lateral-direita Jancarlos têm presença garantida.

Além de poder colocar o que tem de melhor em campo, outro aspecto positivo ressaltado pelo treinador são as condições do estádio Hidalgo. "A imagem que tivemos foi excelente. Primeiro que o gramado está muito bom, até pela época do ano. E o estádio é muito bonito, aconchegante. Lembra muito a Arena, porque é completo com cadeiras", afirmou Vadão.

Um estádio parecido com a Baixada e que promete ferver nesta quarta-feira. Um dos trunfos dos donos da casa é a pressão da torcida. São esperadas 27 mil pessoas no estádio Miguel Hidalgo, que prometem jogar junto com os mexicanos, apoiando durante os 90 minutos os Tuzos, animal roedor típico da cidade de Pachuca, adotado como mascote pelo clube.

Apesar desse cenário, nenhum atleticano pensa em outro resultado que não seja a classificação do Furacão nesta madrugada. Ano passado, na Libertadores da América, o Furacão já mostrou que nenhuma conquista é impossível para um Atlético unido. E a união, hoje, vem através de pensamentos positivos com destino ao México. Si, se puede!

Sul-Americana – (23/11/06) – Pachuca x Atlético
L: Miguel Hidalgo; H: 0h00; A: Mauricio Reinoso (EQU); T: RPC, Sportv e Banda B (AM 550).

PACHUCA: Calero; Cabrera, López, Mosquera e Fausto Pinto; Salazar, Caballero e Chitiva; Giménez e Cacho.T: Enrique Meza.

ATLÉTICO: Cléber; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Erandir, Alan Bahia, Cristian e Ferreira; Marcos Aurélio e Denis Marques. T: Oswaldo Alvarez.



Últimas Notícias

Notícias

Jogador de meio tempo ?

Contratado no mês de maio Mais precisamente no dia 22/05. O meia David Terans foi anunciado como o novo reforço do Athletico. O jogador pertencia ao…

Notícias|Opinião

Arquibancada

Quem me conhece há mais tempo já me ouviu dizer que “a arquibancada é que é o meu lugar”. Para além do sentido literal, do…