23 nov 2006 - 23h20

Sancionada lei que libera obras na Arena e Expoente

O prefeito Beto Richa sancionou na tarde desta quinta-feira a Lei 11.997, que define as Zonas Especiais Desportivas (ZE-D) e prevê novas regras de construção em torno dos estádios de futebol dos times de Curitiba.

A mudança, que transforma os locais em ZE-D, tem regras diferenciadas dentro da Lei de Zoneamento e Uso do Solo do município, incentivando melhorias e ampliação dos estádios.

Dentre as especificações para ocupação do solo nas áreas ZE-D estão indicadas construções com taxa de ocupação de 50%, recuo mínimo do alinhamento predial, nas condições das edificações existentes, altura de quatro pavimentos e taxa de permeabilidade de 25%, entre outros.

O Atlético será o primeiro beneficiado com a mudança porque tem planos de concluir a Kyocera Arena já em 2007. Os outros clubes também poderão colocar em prática novos projetos de ampliação e criação de áreas anexas.

Atualmente, a área em torno dos estádios tem várias restrições para construção, pela classificação desses locais na Lei de Zoneamento. O entorno da Arena e do estádio Couto Pereira eram considerados pela lei como "zona residencial". Já estádio Durival de Britto (Vila Capanema) era considerado "setor de uso misto".

Agora enquadrados como "zonas especiais desportivas", os estádios ficam livres para obras de ampliação e construção de anexos voltados para atividades esportivas. Entre os projetos estudados pela diretoria atleticana está a construção, entre outros equipamentos, de um grande ginásio de esportes – a "Areninha".

Com a lei, o colégio Expoente, que entregará em dezembro o terreno que será utilizado para a finalização da Arena, também está autorizado a finalizar as obras de sua nova unidade, também no bairro Água Verde.

* Com informações da Prefeitura de Curitiba.



Últimas Notícias