28 nov 2006 - 20h06

Diretoria responde dúvidas dos torcedores

Os torcedores atleticanos puderam participar de uma espécie de “entrevista coletiva” com a diretoria do clube. A iniciativa foi possível graças à ação do movimento “Pelo Atlético, para os Atleticanos”, que coletou durante cerca de um mês as principais dúvidas dos torcedores e encaminharam as perguntas à diretoria do Atlético. Agora, o movimento apresenta as respostas da diretoria, através do diretor de Marketing do clube, Mauro Holzmann, com o auxílio dos diversos departamentos do clube.

Uma das dúvidas dos torcedores é quanto ao investimento no futebol no próximo ano, principalmente devido às obras de conclusão da Kyocera Arena. Segundo Holzmann, “o Expoente deve se mudar durante o mês de janeiro e imediatamente nos entregar o terreno. Iniciaremos os trabalhos tão logo os projetos estejam terminados e a equação financeira, resolvida. Como a diretoria tem falado, não queremos mais sacrificar o dia-a-dia do clube com investimentos em obras”. O dirigente afirma, ainda, que mesmo durante as obras de conclusão do estádio, o Atlético poderá continuar mandando seus jogos na Arena durante a temporada.

Outro ponto abordado foi o da venda de pacotes de ingressos para a temporada 2007. Mauro Holzmann afirmou que a política do clube é vender toda a temporada, mas estuda-se alternativas para o próximo ano. Sobre os preço dos ingressos praticados na Kyocera Arena, considerados os mais caros do Brasil, ele disse que “o preço do ingresso é proporcional à qualidade do estádio e do clube. Precisamos trazer para a Arena um público disposto a pagar por esta qualidade, e é este tipo de torcedor que tem condições de comprar os produtos do Atlético e seus parceiros. Temos uma média alta de freqüência na Arena e nos jogos mais importantes há lotação completa, provando que a política está correta”.

Investimentos em futebol

Para a temporada 2007, o Atlético continuará a apostar na política de revelação de talentos, que vem utilizando nos últimos anos. “O planejamento sempre existiu e continuaremos na política de revelar jogadores e montar times competitivos. Nem sempre isto é possível, mas temos tido sucesso nos últimos anos e as estatísticas comprovam”, disse Holzmann.

Sobre a política de muitas vezes se apostar em treinadores “desconhecidos” (como Casemiro Mior, Givanildo Oliveira, Heriberto da Cunha, entre outros), o diretor de Marketing do clube disse que a principal aposta do clube está em oferecer uma infra-estrutura que possibilite transformar o Atlético num clube vencedor. “Esta é uma questão muito complicada que merece reflexão maior. Quem são os técnicos brasileiros que de fato dão certo? Oferecer uma estrutura profissional sim é o que faz a diferença”, afirmou.

Segundo Mauro Holzmann, depois de concluída a Arena, o Atlético pretende “continuar seu projeto de crescimento e solidificar-se como um clube modelo de gestão esportiva e de conquistas”. Para isso, uma das ferramentas continuará sendo o Marketing, que continuará trabalhando no processo de “valorização da marca e relacionamento com os torcedores para torná-los mais participativos”.

Clique aqui e acompanhe a entrevista completa feita pelos torcedores através do movimento Pelo Atlético, para os Atleticanos.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…