29 nov 2006 - 23h45

Atlético perde o clássico para o Coritiba

A equipe de juniores do Atlético perdeu para o Coritiba por 2 a 1, nesta tarde, no estádio do Couto Pereira. Com a derrota, o Furacão passou a ser o lanterna do quadrangular final do Campeonato Parananese, com apenas um ponto. O líder é o J. Malucelli com seis, que perdeu para o Iraty por 2 a 1.

O time do Atlético começou melhor o jogo. Com mais posse de bola, o Furacão tentava atacar, mas tinha dificuldades para chegar ao gol por errar muitos passes. Quem abriu o marcador foi o Coritiba. Aos oito minutos, após um cruzamento da esquerda, o goleiro Vagner tentou cortar e não conseguiu, na sobra o atacante Hugo chutou e o goleiro do Furacão fez boa defesa. No rebote, o lateral-direito Orley apenas empurrou para o gol. O Rubro-Negro continuou atacando e por duas vezes Renato e Ricardinho quase marcaram, mas ambas as chances foram para fora. Aos 22 minutos, o Atlético chegou ao empate. O meia Kaio cobrou escanteio e o zagueiro Alex subiu livre para marcar de cabeça. A outra grande oportunidade do primeiro tempo foi do lateral-direito Gerônimo. O atacante Ricardinho tocou rasteiro para trás, a bola cruzou toda área e o lateral chutou forte, mas a bola explodiu na zaga.

No retorno do intervalo, o Furacão continuou melhor. O time da casa jogava atrás e apostava nos contra-ataques. Aos oito minutos, o Coritiba assustou em uma cobrança de falta do meia Marlus, que acertou a trave. O Atlético Paranaense continuou a pressão e aos 23 minutos, o meia Rogerinho fez jogada individual e tocou para o lateral-direito Gerônimo, que sozinho chutou para fora. Três minutos depois, o lateral-esquerdo Rodrigo Crasso cobrou falta na área, mas o atacante Renato, sozinho na segunda trave, cabeceou para fora. Aos 33 minutos, o meia Rogerinho chutou forte de dentro da área, mas o goleiro fez uma grande defesa. Aos 40 minutos, veio o castigo. O volante Dirceu lançou bola no ataque, o goleiro Vagner saiu da meta e derrubou o atacante adversário. Pênalti, que o zagueiro Douglas marcou.

O Atlético jogou com Vagner, Lucas, Alex e Vinicius; Gerônimo, Paulinho, Rogerinho, Kaio (Thiago) e Dudu (Rodrigo Crasso) (Henrique); Renato e Ricardinho.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…