9 dez 2006 - 17h44

Atlético é tricampeão paranaense de juniores

O time júnior do Atlético venceu o Coritiba por 2 a 0 em partida disputada na tarde deste sábado no CT do Caju, em Curitiba, e conquistou o título do Campeonato Paranaense Sub-20 de 2006. É o terceiro título estadual consecutivo do Rubro-Negro nesta categoria. Em 2004, o Atlético derrotou o Iraty por 4 a 2 na final. No ano passado, o empate por 2 a 2 com o Paraná garantiu o bicampeonato ao Furacão. Neste ano, a FPF mudou o nome da competição para Campeonato Paranaense Sub-20, mas o título permaneceu no CT do Caju.

O Estadual deste ano foi emocionante. Os quatro times finalistas chegaram à última rodada do quadrangular final empatados em número de pontos (sete) e todos com chances de conquistar o título. Jogando em casa, o Furacão fez valer a supremacia na categoria e bateu o Coxa no tradicional clássico Atletiba. Na outra rodada, o Iraty derrotou o J. Malucelli e ficou com o vice-campeonato, atrás do Rubro-Negro no saldo de gols. Em todo o campeonato, o time dirigido por Leandro Niehues realizou 28 partidas, conquistou 16 vitórias, seis empates e seis derrotas, marcou 65 gols e sofreu apenas 34, terminando com o excelente saldo de 31 gols positivos.

O grande destaque do Atletiba decisivo foi o atacante Ricardinho, jogador revelado pelo PSTC e cuja trajetória já vem sendo acompanhada pela torcida atleticana desde 2004. Naquela temporada, ele foi campeão e artilheiro do Campeonato Paranaense Juvenil. O jogador, que tem 18 anos, marcou os dois gols da vitória atleticana. Aos 16 minutos do primeiro tempo, ele cobrou pênalti e colocou o Atlético em vantagem.

Na etapa final, o mesmo Ricardinho ampliou o marcador aos 17 minutos. Ele aproveitou uma falha gritante do zagueiro Douglão, roubou a bola e tocou na saída do goleiro. O atacante dedicou seus gols ao preparador físico Jean Carlo Lourenço, que havia feito uma previsão de que ele marcaria dois gols neste Atletiba.

Dois minutos depois, o meia Kaio acertou o travessão do Coxa e quase fez o terceiro. Depois disso, o jogo teve poucos lances de perigo. Douglão acabou sendo expulso e o Atlético terminou a partida com um jogador a mais. Assim, foi só administrar a partida com base na superioridade técnica dos jogadores atleticanos. A torcida atleticana, que marcou presença em bom número no CT do Caju, fez a festa, comemorando o tricampeonato paranaense de juniores.

Campeonato Paranaense Sub-20 – (09/12/06) – Atlético 2 x 0 Coritiba
L: CT do Caju; H: 16h00; A: Adriano Milczinski (PR); G: Ricardinho, aos 16 do 1º; Ricardinho, aos 17 do 2º.

ATLÉTICO: Vagner; Paulinho, Alex, Lucas Piasentin, Thiago Gasparino e Rodrigo Crasso; Roberto, Rogerinho (Fernando Mineiro 60′) e Kaio (Dudu 69′); Renato (Henrique 72′) e Ricardinho. T: Leandro Niehues.

CORITIBA: Wanderson; Orlei, Bruno (Renatinho), Douglão, Felipe e Carlos (Ruy); Jean, Dirceu (Tiago Real) e Cleiton; Alisson e Guilherme. T: Sisico.

Campanha

Primeira fase
Atlético 1 x 0 Rio Branco – 12.08.06
Real Brasil 1 x 6 Atlético – 16.08.06
Atlético 1 x 1 Coritiba – 19.08.06
Atlético 3 x 0 Adapar – 23.08.06
Andraus 1 x 4 Atlético – 26.08.06
Rio Branco 0 x 0 Atlético – 02.09.06
Coritiba 0 x 2 Atlético – 09.09.06
Adapar 0 x 2 Atlético – 13.09.06
Atlético 7 x 2 Real Brasil – 19.09.06
Atlético 1 x 5 Andraus – 29.09.06

Segunda fase
Atlético 3 x 2 Nacional – 07.10.06
Andraus 1 x 1 Atlético – 11.10.06
J. Malucelli 1 x 0 Atlético – 14.10.06
Atlético 3 x 3 Andraus – 21.10.06
Nacional 1 x 5 Atlético – 25.10.06
Atlético 1 x 2 J. Malucelli – 28.10.06

Terceira fase
Cianorte 1 x 5 Atlético – 01.11.06
Atlético 2 x 2 Paraná – 04.11.06
Atlético 0 x 1 Iraty – 08.11.06
Paraná 2 x 4 Atlético – 11.11.06
Atlético 1 x 0 Cianorte – 15.11.06
Iraty 1 x 1 Atlético – 18.11.06

Quarta fase
Atlético 1 x 2 J. Malucelli – 22.11.06
Iraty 3 x 3 Atlético – 25.11.06
Coritiba 2 x 1 Atlético – 29.11.06
Atlético 3 x 1 Iraty – 02.12.06
J. Malucelli 0 x 1 Atlético – 06.12.06
Atlético 2 x 0 Coritiba – 09.12.06



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…