10 dez 2006 - 12h23

Ex-atleticanos disputam o Mundial de Clubes

Dois jogadores com passagens pelo Atlético representam o Brasil no Mundial de Clubes do Japão. São os meias Adriano e Perdigão, além do técnico Abel Braga, todos defendendo o Internacional, representante brasileiro na competição.

O meia Perdigão foi contratado pelo Atlético em 1998, depois de ser revelado pelas categorias de base do Paraná Clube. O jogador integrava o elenco atleticano na conquista do Paranaense de 1998, sob o comando de Abel Braga. Perdigão nunca se firmou com a camisa Rubro-negra, tendo sido emprestado a diversos clubes (como Joinville e 15 de Novembro de Campo Bom), antes de ser negociado em definitivo com o Internacional, no ano passado.

Já o meia Adriano tem uma história muito mais vitoriosa defendendo a camisa atleticana, sendo um dos jogadores que mais conquistaram títulos pelo Furacão. Entre idas e vindas, foram sete anos no Atlético. Ele chegou ao clube em 1998, vindo do CSA, de Maceió. E recebeu a primeira oportunidade no time justamente sob o comando de Abel Braga, na estréia no Paranaense daquele ano, contra o Matsubara. Com o tempo, Gabiru foi conquistando seu espaço (principalmente pelo futebol rápido e habilidoso), vitórias, títulos e o carinho da torcida, que colocou Gabiru na sua galeria de ídolos. No Atlético, ele foi campeão paranaense em 1998, 2000, 2001 e 2002, campeão da Copa Paraná em 1998, campeão da Seletiva em 1999, campeão brasileiro em 2001. Este ano, chegou a ser titular do Atlético em duas partidas pelo Campeonato Paranaense, quando foi negociado com o Inter.

Abel Braga

Outro ex-atleticano no Mundial de Clubes nunca vestiu a camisa Rubro-negra, mas tem uma identificação muito forte com a torcida do Atlético. É o técnico Abel Braga, que comandou o clube em duas oportunidades: em 1998, quando foi Campeão Paranaense, e 2002, quando chegou no clube na reta final do Brasileiro daquele ano, com a missão de livrar o Atlético do risco de rebaixamento naquele ano.



Últimas Notícias

Brasileiro

Desastre aéreo no Maracanã

O Athletico foi massacrado pelo Flamengo, que impôs 5 a 0, ao natural, nesse domingo(14), diante de 62 mil pessoas, no Maracanã, pela 22ª rodada…

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…