24 dez 2006 - 11h09

Presidente da Conmebol aposta em Copa no Brasil

Trinta e seis anos depois, uma Copa do Mundo de Futebol poderá ser disputada novamente na América do Sul, com a candidatura do Brasil a país sede do mundial. E essa possibilidade conta com o total apoio da Confederação Sul-Americana de Futebol. De acordo com o presidente da Conmebol, Nicolás Leoz, não há possibilidade de a Fifa mudar o local do evento para a América do Norte – hipótese levantada caso Brasil e Colômbia, candidatas à sediar a Copa de 2014, não cumpram o calendário de obrigações visando a disputa. ”Pelo rodízio dos Mundiais, em 2014 está acordado que será na América do Sul. Eles decidiram pela África em 2010 e vão cumprir”, disse.

Segundo o dirigente máximo da Conmebol, o favoritismo brasileiro é total, mas o país precisa melhorar vários aspectos para ter a infra-estrutura exigida pela Fifa. ”O Brasil terá de melhorar muita coisa: estádios, aeroportos, hotelaria”, afirmou o dirigente, em entrevista à Agência Estado.

Um dos estádios considerados modelos pela CBF para a candidatura brasileira é a Kyocera Arena. O estádio atleticano deve entrar na lista de análise que a Fifa fará este ano nos principais estádios do Brasil, para definir se o Brasil pode (ou não) ser sede do evento mais importante do futebol mundial.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…