11 jan 2007 - 16h34

Marcos Teixeira diz que a prioridade é a Copa do Brasil

Desde o término do Campeonato Brasileiro, no dia 3 de dezembro do ano passado, a torcida atleticana pouco ouviu falar sobre planejamento do clube para 2007. Extra-oficialmente, a imprensa revelou que o Atlético formaria duas equipes neste início de temporada, dando prioridade à Copa do Brasil, e que reaproveitaria vários dos jogadores emprestados a outras equipes. Estas informações foram confirmadas apenas nos últimos dias pelo Rubro-Negro. O segredo, as portas fechadas e o silêncio continuam, e a diretoria e os atletas só falam através do site oficial do clube.

O principal porta-voz do Furacão neste início de temporada tem sido o diretor desportivo Marcos Moura Teixeira. Nesta quinta-feira, através do site oficial, ele confirmou alguns planos e revelou outros objetivos do Atlético para esta temporada. A maioria dos jogadores se reapresentou no dia 3 de janeiro no CT do Caju e vem se preparando e treinando para as quatro competições que o Furacão irá disputar. A equipe principal, comandada pelo técnico Oswaldo Alvarez, realiza trabalhos físicos e com bola, e deve entrar em campo em apenas alguns jogos do Estadual, dando prioridade à disputa da Copa do Brasil que começa no dia 21 de fevereiro, contra o Coxim. "Utilizaremos os jogos que nos interessam no Campeonato Paranaense para dar ritmo de jogo à equipe que estará na preparação para a Copa do Brasil. Queremos classificar e depois fazer uma mescla do melhor de tudo para usar nas finais do Paranaense", afirmou Teixeira.

Já o time B, comandado por Ivo Secchi, realizou um jogo-treino e se prepara para estréia do Campeonato Paranaense diante do J.Malucelli no domingo, às 16h, no Estádio do Pinhão. Este time é formado por jogadores que retornaram de empréstimos, atletas recém-promovidos, alguns que não tiveram muitas oportunidades, e pelo atacantes Rodrigão e Dagoberto. "O que foi planejado neste primeiro semestre certamente é dar uma prioridade à Copa do Brasil. Vamos utilizar o Campeonato Paranaense para experimentar os jogadores que estavam emprestados. Assim, aproveitamos para dar mais tempo ao grupo que estará envolvido na Copa do Brasil para que ele tenha uma preparação de mais qualidade. Porque chegar no dia 3 de janeiro e jogar no dia 14 é impossível fazer uma preparação adequada e isso é um risco que queremos evitar", observou o diretor.

O Atlético é um dos times brasileiros com mais jogadores inscritos na CBF. Só no CT do Caju, juntando as equipes A e B, há mais de 50 jogadores profissionais treinando. O diretor desportivo analisou que fazendo essa divisão de times o Atlético poderá avaliar melhor seus atletas e formar uma equipe mais competitiva para a disputa do Campeonato Brasileiro ainda no primeiro semestre, já que o primeiro jogo do Rubro-Negro no torneio acontece no final de semana de 12 e 13 de maio, contra o Figueirense, no Orlando Scarpelli. "Utilizando essa estratégia, em médio prazo poderemos enxugar um pouco desse elenco que o Atlético Paranaense tem. Mas ao mesmo tempo aproveitando e dando oportunidade para os jogadores, que muitas vezes não jogam. Assim podemos ver o desenvolvimento dele dentro de campo. No segundo semestre, poderemos escolher com calma os jogadores que ficarão para o Brasileiro", finalizou.



Últimas Notícias

Brasileiro

Mais do mesmo

Pela rodada 18 do Brasileirão, em Bragança Paulista, Bragantino 1 x 0 Athletico. Em mais uma jornada com a horrenda camisa amarela, o Athletico precisava…

Sul-Americana

Tá ruim mas tá bom

Pela repescagem (ou playoff) da Sul-Americana, no Paraguai, Cerro Porteño 1 x 1 Athletico. No segundo jogo de Martin Varini no comando técnico do Athletico,…