15 jan 2007 - 18h29

Clube revela detalhes da relação Pedro Oldoni e Massa

O Atlético divulgou nesta segunda-feira, por meio de seu site oficial, uma série de documentos que revelam detalhes da relação entre o atacante Pedro Oldoni e a empresa Massa Sports. Este relacionamento foi um dos assuntos mais polêmicos do Atlético na temporada de 2006. Logo no início do ano passado, deu-se início a uma discussão pública acerca da carreira do jogador.

Em resumo, a situação foi a seguinte: Pedro Oldoni começou a jogar futebol com 18 anos. Assinou contrato com o Atlético, mas antes mesmo de jogar pelo júnior do clube foi emprestado ao Cianorte. Depois de ter sido artilheiro em diversas competições da categoria sub-20 em 2005, assinou um contrato de gerenciamento de carreira com a Massa Assessoria Esportiva Ltda., na época representada por Gabriel Martinez Massa, então sócio da empresa. Gabriel Massa tornou-se também o agente de Pedro Oldoni.

Orientado pelos integrantes da empresa, Pedro se recusou a renovar o contrato com o Atlético. Após uma longa negociação e muita polêmica, a renovação foi finalmente pactuada. O clube aceitou ceder 30% dos direitos econômicos ao próprio jogador e o vínculo foi prorrogado até 2010. Assim, Pedro Oldoni foi integrado ao elenco profissional do Atlético e disputou várias partidas na temporada, marcando 12 gols.

Pagamentos e comissões

Até aí, nenhuma novidade para o torcedor atleticano mais atento às notícias. O que o documento divulgado pelo clube nesta segunda-feira revela são detalhes do contrato entre Pedro Oldoni e a Massa. Os trechos demonstram que Pedro assinou um contrato que previa o repasse de 10% de todos os valores recebidos por ele a título de salário, luvas, contratos de publicidade e verbas referentes ao direito de arena. Ou seja, uma décima parte de tudo o que Pedro Oldoni recebeu por seu trabalho foi transferido aos seus agentes da Massa.

Outra cláusula do contrato previa que a Massa ficaria com 75% do valor total de eventual negociação de Pedro Oldoni com outro clube, seja brasileiro ou estrangeiro. O atleta teria direito a receber apenas 25%. Isso significa que a cessão de 30% dos direitos econômicos que o Atlético fez a Pedro Oldoni representou, em verdade, 7,5% ao jogador e 22,5% aos seus empresários. Em virtude do assessoramento da renovação de seu contrato com o Atlético, Pedro Oldoni pagou à Massa a quantia de R$ 32.500, dividida em uma parcela de R$ 12.500 e outra de R$ 20 mil.

Ainda de acordo com o documento divulgado pelo clube, Pedro sentiu a necessidade de renegociar seu contrato com a Massa na metade deste ano – a Furacao.com divulgou em setembro que o jogador havia rompido com a empresa, o que na época não foi confirmado de modo oficial (clique aqui para ler a notícia). A rescisão do contrato com o agente Gabriel Massa foi amigável, mas para se desvincular da Massa Sports Pedro Oldoni precisou recorrer à Justiça. No final do documento, o Atlético faz um alerta aos jogadores e a seus familiares para que fiquem cientes da ação dos agentes. O clube encerra dizendo estar orgulhoso da conduta do jovem atacante.

Clique aqui para baixar o arquivo completo disponibilizado no site oficial do Atlético, em formato .pdf (visualizável através do Adobe Acrobat Reader).



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Aleluia!

Pela rodada 13 do Brasileirão, no Barracão, Vitória 0 x 1 Athletico. Vindo de uma sequência horrorosa de resultados o Athletico precisava se recuperar no…