15 jan 2007 - 18h29

Clube revela detalhes da relação Pedro Oldoni e Massa

O Atlético divulgou nesta segunda-feira, por meio de seu site oficial, uma série de documentos que revelam detalhes da relação entre o atacante Pedro Oldoni e a empresa Massa Sports. Este relacionamento foi um dos assuntos mais polêmicos do Atlético na temporada de 2006. Logo no início do ano passado, deu-se início a uma discussão pública acerca da carreira do jogador.

Em resumo, a situação foi a seguinte: Pedro Oldoni começou a jogar futebol com 18 anos. Assinou contrato com o Atlético, mas antes mesmo de jogar pelo júnior do clube foi emprestado ao Cianorte. Depois de ter sido artilheiro em diversas competições da categoria sub-20 em 2005, assinou um contrato de gerenciamento de carreira com a Massa Assessoria Esportiva Ltda., na época representada por Gabriel Martinez Massa, então sócio da empresa. Gabriel Massa tornou-se também o agente de Pedro Oldoni.

Orientado pelos integrantes da empresa, Pedro se recusou a renovar o contrato com o Atlético. Após uma longa negociação e muita polêmica, a renovação foi finalmente pactuada. O clube aceitou ceder 30% dos direitos econômicos ao próprio jogador e o vínculo foi prorrogado até 2010. Assim, Pedro Oldoni foi integrado ao elenco profissional do Atlético e disputou várias partidas na temporada, marcando 12 gols.

Pagamentos e comissões

Até aí, nenhuma novidade para o torcedor atleticano mais atento às notícias. O que o documento divulgado pelo clube nesta segunda-feira revela são detalhes do contrato entre Pedro Oldoni e a Massa. Os trechos demonstram que Pedro assinou um contrato que previa o repasse de 10% de todos os valores recebidos por ele a título de salário, luvas, contratos de publicidade e verbas referentes ao direito de arena. Ou seja, uma décima parte de tudo o que Pedro Oldoni recebeu por seu trabalho foi transferido aos seus agentes da Massa.

Outra cláusula do contrato previa que a Massa ficaria com 75% do valor total de eventual negociação de Pedro Oldoni com outro clube, seja brasileiro ou estrangeiro. O atleta teria direito a receber apenas 25%. Isso significa que a cessão de 30% dos direitos econômicos que o Atlético fez a Pedro Oldoni representou, em verdade, 7,5% ao jogador e 22,5% aos seus empresários. Em virtude do assessoramento da renovação de seu contrato com o Atlético, Pedro Oldoni pagou à Massa a quantia de R$ 32.500, dividida em uma parcela de R$ 12.500 e outra de R$ 20 mil.

Ainda de acordo com o documento divulgado pelo clube, Pedro sentiu a necessidade de renegociar seu contrato com a Massa na metade deste ano – a Furacao.com divulgou em setembro que o jogador havia rompido com a empresa, o que na época não foi confirmado de modo oficial (clique aqui para ler a notícia). A rescisão do contrato com o agente Gabriel Massa foi amigável, mas para se desvincular da Massa Sports Pedro Oldoni precisou recorrer à Justiça. No final do documento, o Atlético faz um alerta aos jogadores e a seus familiares para que fiquem cientes da ação dos agentes. O clube encerra dizendo estar orgulhoso da conduta do jovem atacante.

Clique aqui para baixar o arquivo completo disponibilizado no site oficial do Atlético, em formato .pdf (visualizável através do Adobe Acrobat Reader).



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…