24 jan 2007 - 23h33

Ivo: "Enquanto pedirem o Vadão, está ótimo"

O técnico Ivo Secchi teve de conviver com os gritos de Vadão, proferidos pela torcida do Atlético no final partida desta quarta-feira contra a Portuguesa Londrinense, na Kyocera Arena. Os pedidos por Vadão e também por seu auxiliar Gersinho soaram como uma crítica ao trabalho de Secchi, que vem comandando a equipe B. Perguntado sobre o assunto durante a entrevista coletiva concedida após o jogo, ele reagiu às críticas com bom-humor. "Enquanto pedirem o Vadão, está ótimo", brincou, fazendo questão de elogiar o comandante, que o indicou para trabalhar no Atlético.

Sobre a partida, o treinador reconheceu que o time não jogou bem, mas culpou o pouco tempo de preparação. "Ganhar e jogar bonito, nós temos pouco tempo para isso acontecer, mas acredito que na seqüência isso irá acontecer", prometeu. "O mais importante nesse jogo foram os três pontos. Foi uma vitória que nos deixou em uma situação muito boa na tabela", destacou Ivo.

O técnico elogiou os jogadores, que se entregaram para garantir o resultado. "O grupo se fechou, se determinou e buscou o resultado. Nós ficamos numa situação muito boa na tabela, com um time que teve só 21 dias de trabalho e formado por garotos que ainda não tiveram a oportunidade de jogador muito na Arena e por jogadores que estão retornando de inatividade", insistiu ele.

Dagoberto

Questionado sobre o atacante Dagoberto, Ivo explicou que nâo o utilizou neste jogo por uma questão tática. "Eu utilizei dois jogadores de alta velocidade: o Ricardinho e o Jonatas. Preferi deixar o Rogerinho em campo, em vez de substituí-lo. Nós não aproveitamos as oportunidades que criamos e isso foi nosso maior pecado. Na minha ótica, a torcida ficou contra nós em alguns momentos porque não tivemos a capacitação (sic) de aproveitar as oportunidades criadas", revelou.

Ele garantiu que usará Dagoberto sempre que entender necessário. "O Dagoberto é um jogador de grande potencial e qualidade. Dependendo da situação do jogo, ele será utilizado", concluiu Secchi.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…