20 fev 2007 - 11h29

Nílson Borges conta a história do Professor Carrilho

Para homenagear o grande craque Nílson Borges, a Furacao.com publica, na semana em que ele está comemorando seu aniversário de 66 anos, uma série de "causos" vividos por este grande personagem do Clube Atlético Paranaense. Conheça, no relato do própio Nílson, um pouquinho mais da história do Rubro-Negro:

Professor Carrilho
por Nílson Borges

Na minha época de jogador existia um torcedor do Atlético que era uma figura: o Professor Carrilho. Era uma espécie de torcedor símbolo do Atlético. A gente estava jogando e às vezes se distraía porque estava prestando atenção nele. Ele sempre ia aos jogos com um guarda-chuva e corria junto com o bandeirinha. Então era aquela cena: o bandeirinha correndo para a linha de fundo e o Carrilho, nas arquibancadas, correndo atrás dele. Quando o bandeira marcava alguma coisa contra o Atlético, ele pegava o guarda-chuva e cutucava o cara.

Era uma grande figura, muito engraçado. Ele também provocava muito o Coritiba. Sempre dizia: "Aqueles alemães, tem de jogar uma bomba neles". Grande Professor Carrilho…"



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…