26 mar 2007 - 11h25

Confira declarações de amor de ex-jogadores

Para comemorar os 83 anos do Atlético, a Furacao.com preparou uma surpresa para seus torcedores. O site convida vocês a viajarem no tempo e relembrarem de alguns jogadores que marcaram a história do Atlético. Sem eles, que vestiram a camisa atleticana em décadas diferentes, o Rubro-Negro com certeza não seria o que é hoje. Confira abaixo as declarações de Sicupira, Nivaldo, Ricardo Pinto e Gustavo.

Barcímio Sicupira Júnior

Maior artilheiro de toda a história atleticana, Sicupira marcou 157 gols pelo Furacão entre 68 e 76. Em 70, foi artilheiro do Campeonato Paranaense, com 20 gols. Dois anos mais tarde voltou a liderar o estadual, com 29 tentos. Para um dos maiores ídolos da torcida atleticana e que até hoje freqüenta a Kyocera Arena para comentar os jogos do Furacão jogar pelo Atlético era vestir a camisa rubro-negra com muito amor.

“Eu jogava com amor ao Atlético, amor ao futebol. Eu adorava jogar. Se não me pagassem para jogar futebol eu ia jogar futebol também. Agora se você faz um negocio que você gosta ganhando dinheiro, melhor ainda”.

Nivaldo Carneiro Rodrigues

Nivaldo permaneceu no Atlético tempo suficiente para se apaixonar pelas cores Rubro-Negras.De 1979 à 1986 conquistou três títulos pelo Furacão: O Campeonato Paranaense de 1982, de 1983 e de 1985. Dos tempos de Atlético, Nivaldo nunca esquece por ficou conhecido por todos como “Nivaldo do Atlético”. Hoje, a exemplo de Sicupira, ela comenta os jogos com imparcialidade na RPC.

“O Atlético para mim é tudo porque sempre fui conhecido como Nivaldo do Atlético. Ninguém sabia meu sobrenome, era só Nivaldo do Atlético”.

Ricardo Pinto

Não tem como falar do Atlético e não lembrar do goleiro Ricardo Pinto. Com certeza um dos jogadores que vestiram a camisa rubro-negra com a verdade raça atleticana. Quem não lembra quando ele entrava para aquecer em dia de jogo com a camisa da Fanáticos? Ricardo esteve no Atlético de 1995 à 1997 mas apesar do pouco tempo na casa participou de um dos mais importantes títulos do Furacão: o de Campeão Brasileiro da Série B em 95, que levou o Atlético de volta à elite do futebol. O sonho de Ricardo, que atualmente comanda a equipe do J.Malucelli é um dia dirigir o clube que tanto amou: O Atlético. Vale lembrar que Ricardo já trabalhou como preparador de goleiros. Foi inclusive Campeão Brasileiro em 2001.

“Meu maior sonho é um dia trabalhar no Atlético. Tenho certeza que mais cedo ou mais tarde irá acontecer. Vou trabalhar para realizá-lo. Estou me preparando para isso. Tenho certeza que uma hora vou voltar lá como treinador e vou realizar o grande sonho da minha vida. Sou atleticano, meu filho também, eu faço parte da história do Atlético e isso ninguém me tira”

Gustavo Souza Caiche

Mais um zagueiro que vestiu o manto atleticano com amor e respeito foi o zagueiro Gustavo. No Atlético ele ficou de 1998 à 2002 e conquistou vários títulos inclusive o mais importante de todos: o de Campeão Brasileiro de 2001. Marcou gols memoráveis, quem não lembra dele subindo na grade para comemorar? Dos gols em Atletibas? Pois é, Gustavo foi Campeão Paranaense em 98, 2000, 2001 e 2002, foi campeão da Copa Paraná em 98, Campeão da Seletiva da Libertadores em 1999, e a primeira do Rubro-Negro. Hoje, o zagueiro defende o Corinthians mas em entrevista a Furacao.com nunca escondeu a vontade de voltar para casa: a Baixada.

“O que eu tenho pelo Atlético é respeito e agradecimento sempre. O Atlético para mim foi muito mais importante do que eu fui para ele. Eu fui mais um jogador que passou e marcou a história, mas o Atlético para mim vai ser sempre minha casa”

As declarações acima transcritas foram extraídas da obra “A História do Atlético contada por seus jogadores”. Você pode entrar em contato com o autor através do email: faleconosco@furacao.com



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…