24 maio 2007 - 23h02

Matosas chamou a atenção na festa de Rink

O uruguaio Gustavo Matosas foi uma das grandes atrações da festa de Paulo Rink na noite desta quinta-feira, na Kyocera Arena. Matosas jogou no Atlético em 95 e 96 e ficou marcado por ser um jogador muito técnico e de grande disposição. Marcou um gol histórico contra o Rio Branco, em Paranaguá, em que aliou essas duas características com raro brilhantismo. Atualmente, ele é técnico do Danubio e no ano passado foi campeão uruguaio.

Matosas entrou no segundo tempo do amistoso desta quinta entre Amigos do Paulo Rink e Atlético. Começou chamando a atenção por um jogada em que olhou para um lado, tocou para João Antonio no outro e correu para receber. Como o companheiro não conseguiu o toque, reclamou ostensivamente, de maneira jocosa.

Ostentando uma barriga proeminente, Matosas ao menos demonstrou muita disposição. Logo que os Amigos tiveram um pênalti a seu favor, ele se candidatou para bater. Cobrou no melhor estilo Djalminha, com um balãozinho no meio do gol. Minutos depois, Paulo Rink marcou o quarto gol do Atlético. Matosas não perdeu o espírito esportivo e reclamou do árbitro Clésio Moreira, dizendo que Rink estava impedido – o que claramente não aconteceu.

Matosas ainda se desentendeu com o meia Netinho, deixando o cotovelo erguido quando o jovem meia ia driblá-lo e partir em velocidade. Netinho pareceu não ter gostado, mas aceitou o pedido de desculpas. Mais adiante, o uruguaio deu uma lição no novato Pedro Oldoni. Impetuoso, o atacante partiu com muita disposição e conseguiu driblar três veteranos dos Amigos do Paulo Rink. Com muita classe, Matosas fez o desarme de calcanhar e saiu jogando.

Para encerrar, foi o meia uruguaio quem ergueu Paulo Rink nos braços quando o atacante se preparava para deixar o gramado. Uma bela homenagem ao amigo.



Últimas Notícias

Notícias

Raio X: Penarol

Retrospecto, Nikão e bola na rede. Essas são as apostas do Furacão para garantir vaga na final da Sulamericana 2021. O Athletico é o único…