27 maio 2007 - 23h07

Em nota oficial, Conselho repudia acusações de Moura

A mesa diretora do Conselho Deliberativo do Atlético divulgou nota oficial na noite deste domingo acerca das acusações formuladas pelo presidente da FPF, Onaireves Moura, na última sexta-feira. Moura imputou a Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, uma série de condutas irregulares na gestão do clube. Curiosamente, as acusações surgiram justamente em um momento em que a FPF disputa com o Atlético a indicação do estádio paranaense para a Copa do Mundo de 2014. O Rubro-Negro defende a candidatura da Kyocera Arena, estádio mais moderno da América Latina. Onaireves Moura é a favor de construir um novo estádio no lugar onde hoje está o Pinheirão com custos avaliados em mais de R$ 600 milhões.

Confira a íntegra da nota assinada pelos integrantes do Conselho Deliberativo atleticano:

NOTA OFICIAL DO CONSELHO DELIBERATIVO

O Conselho Deliberativo do Clube Atlético Paranaense, neste ato representado por sua mesa diretora, em repúdio às acusações formuladas pelo Presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF) – licenciado – Onaireves Nilo Rolin de Moura, em entrevista coletiva à imprensa na última sexta-feira, 25 de maio, esclarece a opinião pública com a seguinte nota oficial:

Naquela oportunidade foi divulgada cópia de suposta petição pretensamente endereçada à Promotoria de Defesa do Consumidor do Estado do Paraná com uma série de acusações pessoais aos dirigentes do Clube Atlético Paranaense e aos familiares do Presidente deste Conselho, atribuindo-lhes a prática de gestão fraudulenta e outras irregularidades.

Trata-se de documento de conteúdo manifestamente ofensivo à honra da instituição e de seus dirigentes, firmado por pessoa despida de idoneidade para legitimar-se ao pleito que encaminha.

No tempo e na instância devidas, todas as providências hábeis a rebater as calúnias e responsabilizar seus autores serão adotadas em salvaguarda da reputação do Clube Atlético Paranaense.

Não cabe, nesta ocasião, polemizar ao nível da leviandade do autor das mal intencionadas acusações, cuja ausência de credibilidade de suas atitudes perante a opinião pública é sobejamente conhecida, retirando-lhe qualquer condição de manter um confronto, senão no ambiente de cárcere que costuma transitar.

A família atleticana deve ficar alerta para o verdadeiro objetivo de tais acusações criminosas, que é o de atingir a instituição Clube Atlético Paranaense e a Kyocera Arena como potencial palco para a Copa do Mundo de 2014, direcionando a atenção das pessoas para projetos a cargo de inescrupulosos aventureiros.

Sala do Conselho, em 27 de maio de 2007.

Antonio Carlos de Pauli Bettega
1.º Vice-Presidente

Diogo Fadel Braz
2.º Vice-Presidente

Tobias de Macedo
1.º Secretário

Yára Christina Eisenbach
2.ª Secretária



Últimas Notícias