29 maio 2007 - 17h21

Fleury explica estratégia de captação de recursos

O Atlético está direcionando os contatos com parceiros e investidores internacionais interessados em se aliar ao clube no projeto de conclusão da Kyocera Arena através de seus departamentos de Marketing e Financeiro. A informação foi dada na tarde desta terça-feira pelo presidente do Conselho Gestor do Clube, João Augusto Fleury da Rocha, em entrevista à Rádio CBN. Segundo Fleury, o projeto visa recursos exclusivos do Atlético e seu parceiro, cabendo ao Governo estadual e municipal garantir outras obras de infra-estrutura para que Curitiba seja uma das sub-sedes do Mundial.

“A busca de recursos será direcionada através dos departamentos de marketing e financeiro, pelas vias de parcerias com investidores internacionais, para que haja a conclusão da Kyocera Arena. Não haverá de modo algum investimento de recursos públicos, da prefeitura ou do governo, será feito por recursos do Clube Atlético Paranaense, pelo pagamento direto do clube, sem que isso venha implicar em nenhum desgaste dos cofres públicos. Competirá à administração pública a realização de obras para que a cidade e o estado tenham estrutura para receber os jogos”, afirmou.

Fleury disse que o projeto de conclusão da Kyocera Arena, estádio representa o Paraná na disputa por uma das sub-sedes do Mundial, deverá acontecer nos próximos dias. “Nós estamos finalizando os últimos detalhes do nosso projeto arquitetônico. Já temos os domínios das áreas de terra, e logo que haja a aprovação dos projetos começaremos as obras”, disse. “O Atlético lançará em breve o projeto, para que todos os brasileiros conheçam. Queremos dividir com todos eles essa alegria, essa conquista”, completou.

O presidente do Conselho Gestor do clube a satisfação de todos os atleticanos em poder contribuir para que o evento futebolístico mais importante do planeta seja disputado no Paraná. A indicação é resultado de um trabalho de modernização da estrutura da Baixada, implantada pelo Atlético desde 1999, quando inaugurou a primeira arena multi-uso do futebol brasileiro, totalmente dentro dos padrões de segurança, infra-estrutura e comodidade exigidos pela Fifa. “Com isso nós poderemos dar a nossa parcela de contribuição e dividir com toda a população que gosta do futebol de ser participante da Copa do Mundo. Parecia um sonho hoje é uma realidade e sabemos que isso é um motivo de comemoração para o torcedor brasileiro”, disse Fleury.



Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…