17 jun 2007 - 19h05

Para Lopes, saída de Tiago foi decisiva

O técnico Antonio Lopes imputou a queda de produção do Atlético no segundo tempo do jogo contra o Fluminense, neste domingo, à saída do meia-atacante Tiago, que se machucou nos minutos finais da primeira etapa. Até então, o Furacão vencia por 1 a 0 e jogava bem melhor que o Fluminense. Tiago foi substituído por Evandro no intervalo. O Atlético não jogou bem no segundo tempo e sofreu o empate. Por isso, Lopes afirmou que o rendimento do time foi prejudicado pela perda do meia-atacante.

Perguntado por que razões o Atlético não conseguiu vencer o jogo, o treinador respondeu da seguinte maneira na entrevista coletiva: "Faltou aproveitar as chances mais cristalinas que tivemos mais no primeiro tempo do que no segundo. E talvez a saída do Tiago. O Tiago estava muito bem na partida. Foi uma surpresa até para mim, eu não esperava tanto dele. Se ele tivesse permanecido, talvez a gente pudesse ter criado mais chances no segundo tempo".

Em um momento anterior da coletiva, Lopes já havia feito elogios à atuação de Tiago, contratado pelo Atlético há poucos meses, depois de ter se destacado pelo Paranavaí no Campeonato Paranaense. "O segundo tempo nós perdemos muito com a saída do Tiago. Ele estava fazendo uma grande partida, infernizando a defesa do Fluminense. Ele se associou ao Edno pela esquerda e os dois criaram boas jogadas ali. O decréscimo de produção da nossa equipe no segundo tempo foi em razão da saída do Tiago. Colocamos o Evandro, que entrou relativamente bem, mas não tão bem quando estava o Tiago, então o time caiu em criatividade", afirmou.



Últimas Notícias

Notícias

Raio X: Penarol

Retrospecto, Nikão e bola na rede. Essas são as apostas do Furacão para garantir vaga na final da Sulamericana 2021. O Athletico é o único…