24 jun 2007 - 19h35

Alex marca mais um e isola-se na artilharia atleticana

Autor do segundo gol do Atlético na partida deste domingo, contra o Palmeiras, Alex Mineiro foi um dos principais alvos da torcida palmeirense durante o jogo. Quando o sistema de som do estádio Palestra Itália anunciou o nome do atacante atleticano, as vaias da torcida se intensificaram. Em campo, Alex deu a resposta jogando bem, inclusive com direito a gol, mostrando que é no Atlético que ele está em casa.

As vaias do torcedor palmeirense são fruto, principalmente, das negociações entre o jogador e a equipe paulista, que esperava contar com o futebol de Alex Mineiro no restante do Campeonato Brasileiro. No entanto, Alex preferiu ficar no Atlético. “Faz parte do futebol. A negociação foi feita e não deu certo. Faz parte, eu estou com a consciência tranqüila de que fiz o melhor para mim e minha família. O Atlético fez um esforço muito grande para eu me manter no clube. Não me arrependo de nada e estou muito feliz aqui”, disse o atacante após o jogo.

Com o gol marcado neste domingo, Alex Mineiro isolou-se na artilharia atleticana na temporada. Agora, o atacante tem 26 gols no ano com a camisa rubro-negra: 17 marcados no Paranaense, 2 na Copa do Brasil, 2 em amistosos e 5 no Campeonato Brasileiro. Alex é o vice-artilheiro do Brasileirão, com dois gols a menos que Josiel, do Paraná Clube.

Reencontro com a vitória

Sobre o jogo deste domingo, Alex Mineiro afirmou que foi importantíssimo o Atlético conseguir voltar a vencer na competição, depois de quatro jogos sem vencer. “Conseguimos o objetivo de fazer um grande jogo. Necessitávamos da vitória para ter a recuperação no Brasileiro. Estamos muito felizes por ter conhecido essa grande vitória”, disse o jogador. “É sempre bom vencer fora de casa. Nossa equipe tem tido bons jogos fora de casa, dá bastante tranqüilidade. Agora tem que encaixar dentro de casa, muitos times tem essa dificuldade, com o torcedor cobrando pelas vitórias. Temos que buscar o caminho para encaixar e voltar a vencer também dentro de casa”, completou.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…