30 jun 2007 - 20h08

Empate da raça

Pelas circunstâncias, um bom empate. A avaliação do atacante Alex Mineiro ao final do jogo traduz o sentimento que prevaleceu em todos os atleticanos após o clássico entre Paraná e Atlético, na Vila Capanema. Com um jogador a menos desde o primeiro tempo de jogo e tendo bastante dificuldades em se adaptar ao péssimo estado do gramado da Vila, o Atlético foi na base da superação e buscou o empate em 2 a 2. Alex Mineiro e Alan Bahia marcaram os gols atleticanos na partida.

O time comandado por Antonio Lopes entrou em campo com uma surpresa: Jancarlos foi o titular na direita, com Nei indo para o banco de reservas. Com casa vazia na Vila Capanema no lado paranista, o time da casa saiu na frente logo nos primeiros minutos. Aos 11 minutos, Vandinho fez boa jogada e rolou para Josiel, que livre de marcação fez 1 a 0. Mas o Atlético contava com o futebol e a experiência de Alex Mineiro. Seis minutos depois, ele se antecipou ao sistema defensivo paranista, após excelente cruzamento de Valencia, e empatou o jogo, de cabeça.

Com dificuldades em se adaptar ao péssimo estado de gramado do estádio Durival de Britto e Silva, o Atlético teve que suportar a pressão dos donos da casa. A situação ficou mais complicada aos 36 minutos, quando Danilo foi expulso pelo árbitro Heber Roberto Lopes, após uma falta violenta em cima de Serginho. Aos 45 minutos, a superioridade numérica do Paraná em campo surtiu efeito: Careca chutou cruzado, Guilherme fez boa defesa, mas no rebote a bola sobrou para Josiel desempatar a partida.

Na etapa final, o técnico Antonio Lopes colocou Nei em campo no lugar de Jancarlos, que mais uma vez não teve uma boa atuação. Mesmo assim, o Furacão teve que suportar a pressão paranista, com Guilherme sendo bastante exigido em campo. A melhor chance do tricolor em ampliar o placar foi aos 11 minutos, quando Josiel chutou cruzado, a bola bateu na trave e passou na frente da meta atleticana.

Mas aos 35 minutos, a aplicação tática e a maturidade do Atlético em suportar a pressão adversária com um jogador a menos foi recompensada. E que recompensa! Dinei ajeitou a bola para Alan Bahia, que acertou um belo chute de fora da área, no ângulo do goleiro Flávio. Um golaço!

Com o empate em 2 a 2, o Atlético ocupa a oitava colocação no Campeonato Brasileiro e mantém a invencibilidade sob o comando de Antonio Lopes (agora são três jogos, com dois empates e uma vitória). Na próxima rodada, na terça-feira, o Furacão volta à Kyocera Arena quando enfrenta o Náutico.

%ficha=573%



Últimas Notícias

Paranaense

Atletiba acaba empatado

Coritiba e Athletico ficaram no empate de 1 X1 no Couto Pereira no final da tarde, quase noite pelo Paranaense 2024. Mastriani abriu o placar…