18 jul 2007 - 22h37

Atlético goleia Juventude na Arena

Na fria noite curitibana, Atlético e Juventude entraram em campo precisando da vitória para escapar da temida zona de rebaixamento. O Furacão levou a melhor e venceu por 4 a 0, de goleada. Com o resultado, a equipe saltou várias posições na classificação do Brasileiro.

Mesmo com a baixa presença de público, o rubro-negro partiu para cima e logo aos 5 minutos Ferreira sofreu pênalti. Alex Mineiro deu a paradinha e mandou para o fundo da rede, mas o árbitro invalidou o lance porque os jogadores das duas equipes invadiram a grande área. Alex partiu novamente para a cobrança e abriu o marcador na Kyocera Arena, seu sétimo gol no campeonato.

Apesar da vantagem no placar, o Atlético voltou a apresentar suas deficiências técnicas evidentes nos outros jogos da equipe neste Brasileirão, tanto com Vadão como com Antônio Lopes. As dificuldades para chegar com perigo ao gol adversário estavam claras e em poucas oportunidades o Furacão assustou. Mesmo com a vitória parcial, parte da torcida vaiou a atuação atleticana.

Goleada rubro-negra

No entanto, a segunda etapa foi completamente diferente. Facilitada pelo gol de Jancarlos aos 6 minutos e, é claro, pela expulsão de Ivo minutos depois. Com um jogador a mais, o Atlético não teve problemas para demonstrar um bom futebol. Com um toque de bola refinado, os comandados de Antônio Lopes colocaram o Juventude na roda e marcaram mais dois gols em menos de cinco minutos. Dinei aproveitou a assistência de Evandro aos 22 e o próprio Evandro marcou o seu aos 26 minutos.

Mesmo com quatro gols de vantagem, o rubro-negro não se acomodou. Continuou pressionando o time gaúcho, porém sem o mesmo poder de fogo e pela forte retranca do Juventude. De todo modo, o resultado agradou a torcida e os próprios jogadores. De acordo com o goleiro Guilherme, a vibração foi o fator fundamental para o Atlético conseguisse sua segunda vitória em casa no Brasileirão e garantiu um pouco de tranquilidade à equipe.

%ficha=577%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Obrigado, Alberto!

Alguns vão julgar, “Cedo demais”… Mas para mim, já Deu!!!! Alberto Valentim: O LATERAL DIREITO, jamais será esquecido e estará entre os maiores camisas 2…