4 ago 2007 - 20h54

“Chegamos ao limite dessa situação”, diz Marcelo

Em meio a várias declarações desanimadoras e repetidas de jogadores como André Rocha, Claiton e Ferreira, a quinta partida sem vitória do Atlético não foi engolida pelo atacante Marcelo. Autor do segundo gol atleticano, no final do primeiro tempo, o jogador criticou o comportamento da equipe diante do Sport e cobrou atitude dos companheiros nas próximas partidas do Rubro-Negro, que está a um passo da zona de rebaixamento.

“Todos que estão aqui precisam ter a consciência de que o Atlético é um clube grande e que não pode ficar nessa situação. Temos condições de reverter isso e cada um tem que pensar no que está errando, pois cada um pode dar um pouco mais. Vamos tirar o Atlético desta situação. Todos precisam provar em cada jogo que têm condições de vestir a camisa do Atlético. Já chegamos ao limite dessa situação. Daqui pra frente o que importa é vitória e vamos começar a reverter isso no jogo contra o Flamengo. Seremos uma nova equipe”, disparou o atacante.

Quanto ao pífio desempenho atleticano, Marcelo comentou sobre a reação do Sport na etapa final e os erros cometidos pela equipe. “A gente sabia a pressão que o Sport ia fazer quando voltasse para o segundo tempo, mas infelizmente levamos o primeiro gol com 40 segundos de jogo e complicou tudo para o restante do jogo. Eles vieram no embalo da torcida. Seguramos o quanto pudemos, mas tomamos dois gols de bola parada. É uma derrota com gosto amargo porque estávamos com o jogo praticamente na mão. Tínhamos dois gols de vantagem e tínhamos que segurar”, lamentou.



Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…