18 ago 2007 - 21h22

Torcida protestou e pediu a saída de Lopes

O mau momento vivido pelo time do Atlético no Campeonato Brasileiro teve um novo personagem alvo das críticas da torcida: o técnico Antonio Lopes. Até aqui imune das vaias, apesar dos maus resultados obtidos dentro de campo, neste sábado a paciência do torcedor foi ao extremo.

As primeiras críticas iniciaram aos 15 minutos do segundo tempo, quando ele tirou o meia Netinho, o melhor jogador em campo pelo Atlético, para a entrada de Fernando Mineiro. Neste momento, muitos torcedores situados na reta da Getúlio Vargas criticaram a decisão do técnico, pedido a sua saída do clube, gritos seguidos sob o coro de “Netinho! Netinho”, mostrando o reconhecimento das arquibancadas ao bom jogo do meia.

No final do jogo, as críticas partiram de todos os setores do estádio. O time Rubro-negro saiu de campo sob vaias e sob o coro de “Fora, Antonio Lopes”, mostrando o claro descontentamento da torcida com o baixo rendimento do time.

Críticas à diretoria

Não apenas o técnico Antonio Lopes foi alvo de críticas da torcida. Desde o início do jogo, uma faixa com a frase “Abaixo a ditadura” percorreu vários setores do estádio. Ao final da partida, seguindo uma tradição que vem se repetindo há vários jogos, muitos torcedores dispararam músicas de protesto contra o presidente do Conselho Deliberativo, Mario Celso Petraglia, e do Conselho Gestor, João Augusto Fleury da Rocha.



Últimas Notícias