21 ago 2007 - 11h39

Conheça Ney Franco, o novo técnico do Furacão

Serenidade e profissionalismo. Essas são marcas que se destacam no trabalho de Ney Franco da Silveira Júnior, o novo técnico do Atlético. Considerado um dos mais destacados treinadores emergentes do Brasil, Ney Franco chega no Furacão tendo no currículo pouco mais de dois anos no comando de times profissionais, com quatro títulos expressivos: Campeão Mineiro em 2005, pelo Ipatinga, Campeão da Copa do Brasil, no ano passado, pelo Flamengo, e campeão da Taça Guanabara e do Campeonato carioca pelo Flamengo neste ano.

Formado em Educação Física pela Universidade Federal de Viçosa-MG, Ney Franco iniciou a sua carreira no futebol como preparador físico no Atlético Mineiro, função que desempenhou por cerca de três anos, quando trocou o Galo pelo rival Cruzeiro. No time da Toca da Raposa, ele assumiu o posto de treinador, passando onze anos nas divisões de base cruzeirense, trabalhando desde o Infantil até o Juniores, quando finalmente chegou no profissional. Em 2004, dirigiu interinamente o time profissional do Cruzeiro em oito partidas. Essa experiência no comando de divisões de base o trabalho a longo prazo desenvolvido no Cruzeiro moldaram a personalidade do treinador Ney Franco. “Trabalhei 11 anos no Cruzeiro e lá pude acompanhar vários treinadores, desde Ênio Andrade, passando por Felipão, Vanderlei Luxemburgo, Levir Culpi, Paulo César Carpegiani e Marco Aurélio. Peguei um pouco de cada um, mas o treinador que mais me chama a atenção pela sua postura é o Parreira, que já teve experiências vitoriosas e negativas na seleção brasileira, mas em todas ele manteve uma postura bem profissional. É uma postura que tento seguir na minha carreira”, afirmou em recente entrevista ao portal Pelé.net.

Em 2005, Ney Franco assumiu o cargo de treinador do Ipatinga, ganhando reconhecimento nacional em sua primeira competição, com a conquista do Campeonato Mineiro daquele ano, vencendo na final o Cruzeiro, e terminando o Campeonato Brasileiro da Série C na terceira colocação. No ano seguinte, ainda pelo Ipatinga, ele foi vice-campeão mineiro e semifinalista da Copa do Brasil, sendo eliminado pelo Flamengo. A equipe carioca, curiosamente, acabou contratando Ney Franco para comandar o time na final da competição nacional. Apesar do aparente favoritismo do Vasco na final da Copa do Brasil, o Flamengo de Ney Franco surpreendeu e conquistou o título, o primeiro de expressão nacional do novato treinador.

Ney Franco continuou no Flamengo este ano, conquistando no time carioca os títulos da Taça Guanabara e o Campeonato Carioca 2007. Ele foi demitido do Rubro-negro carioca há algumas semanas, não resistindo à péssima campanha do clube no Campeonato Brasileiro.

Fama de disciplinador

O trabalho aliando planejamento e disciplina são características do trabalho do novo técnico do Atlético. A postura serena e comedida acompanha o dia-a-dia do treinador, sem exaltar o time na vitória nem crucificar a equipe na derrota.

A disciplina é uma das marcas de seu trabalho. Enquanto dirigiu o Flamengo, o treinador precisou de jogo de cintura para driblar os problemas de relacionamento e temperamento de alguns atletas. Em 2006, o paraguaio Ramírez, insatisfeito com a reserva, passou a treinar em separado após dizer numa entrevista que treinador no Flamengo não era eterno. Após ficar cerca de dois meses treinando em separado do restante do grupo flamenguista, ele foi emprestado de volta para o paraguaio Cerro Porteño. O meia Juninho Paulista também perdeu a queda de braço com o treinador, tendo seu contrato rescindido com o clube por discutir asperamente com Ney Franco no vestiário do estádio Centenário, em Montevidéu, ao saber que seria substituído no intervalo da partida de ida das oitavas-de-final da Libertadores, contra o Defensor.

Ficha técnica
Nome: Ney Franco da Silveira Júnior
Data de Nascimento: 22/07/1966
Local: Vargem Alegre (MG)
Clubes anteriores: Atlético Mineiro (categorias de base), Cruzeiro (categorias de base), Ipatinga e Flamengo
Títulos: Campeonato Mineiro (2005), Copa do Brasil (2006), Taça Guanabara e Campeonato Carioca (2007)



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…