2 set 2007 - 22h09

Para Ney Franco, equipe está no caminho certo

A primeira vitória do técnico Ney Franco no comando atleticano mostrou um grupo competitivo e autoconfiante. Pelo menos foi assim que o treinador atleticano resumiu a postura da equipe frente ao Atlético-MG, na vitória por 1 a 0 neste domingo. “Hoje não fizemos uma partida brilhante, mas tivemos uma equipe competitiva, que sabia atacar e marcar, não correndo riscos. Alguns jogadores cresceram muito na partida, toda a equipe foi bem”, comentou o treinador.

Na entrevista coletiva concedida aos profissionais da imprensa, o técnico destacou a reação do time, que deu o primeiro passo para sair da incômoda zona de risco. “Essa vitória era de suma importância e com isso cria-se no grupo uma autoconfiança, porque a gente tem um elenco com condições de enfrentar qualquer equipe. Esse ânimo vai dar uma moral maior para esse elenco, pois são bons jogadores que estão se entregando ao trabalho”, afirmou.

Confira abaixo as principais declarações do técnico Ney Franco:

EQUIPE

“Eu acho que a gente tem que ir por partes. Fizemos uma boa partida contra o Internacional, mas algumas situações ficarem pendentes na parte defensiva. Contra o Santos, fomos bem no primeiro tempo, mas no segundo perdemos o jogo. Para a partida de hoje, além de estudar a equipe adversária, procurei tentar uma equipe mais competitiva para dar consistência à defesa. Hoje não fizemos uma partida brilhante, mas tivemos uma equipe competitiva, que sabia atacar e marcar, não correndo riscos. Alguns jogadores cresceram muito na partida, toda a equipe foi bem, mas se eu pudesse escolher um jogador, acho que o Claiton foi o melhor em campo, ele cresceu muito na partida. Foi um jogo que mostrou que estamos no caminho certo”.

REAÇÃO

“Queria passar ao torcedor que os jogadores estão trabalhando forte, concentrados, todos envolvidos. Agora vamos ficar na expectativa de nunca mais voltar para a zona de rebaixamento, para que a gente consiga uma boa seqüência de vitórias. Além de ganhar em casa, vamos pontuar fora e espero que esse jogo hoje nos dê moral para enfrentar o Goiás e o Fluminense, ou seja, jogando bem e conquistando vitórias fora de casa também. Demos hoje o primeiro passo. Essa vitória de hoje era de suma importância, então com isso cria-se no grupo uma autoconfiança, porque a gente percebe que temos um elenco em condições de enfrentar qualquer equipe. Vamos experimentar isso e vamos vencer uma equipe fora de casa. Esse ânimo vai dar uma moral maior para esse elenco, pois são bons jogadores que estão se entregando ao trabalho”.

ESQUEMA

Sobre o jogo de quarta-feira, se fosse hoje, a gente entraria no 3-5-2 de novo. Para uma equipe ser competitiva, ela precisa ter padrão e ter variações. Acho que esse nosso elenco está pedindo para jogarmos mais no 3-5-2, mas também precisamos treinar outras opções, até mesmo dentro do 3-5-2. Eu acho que com o tempo a gente vai conhecendo o elenco, tendo mais sessões de treinamento. Vamos ficar na expectativa que o time jogue daí para melhor, sempre com um passo à frente”.

SUPERAÇÃO E UNIÃO

“Eu tenho falado com vocês, nos três jogos que dirigi até agora eu não vi, durante partida ou em treino, falta de entrega ou jogadores acomodados. Pelo contrário, eu peguei um elenco frustrado, os torcedores e a diretoria estão frustrados, as famílias dos jogadores também, então tem toda uma situação. Encontrei um grupo que está predisposto e que está atendendo e se entregando para sair desta situação. Tenho certeza de que dessa forma iremos colher bons frutos”.

RECUPERAÇÃO

“Quero que chegue quarta-feira o mais rápido possível, mas vamos precisar de uma recuperação desses atletas. Jogamos quinta-feira, entramos em campo hoje, ou seja, estamos desgastados. Contra o Inter jogamos num campo pesado, enfim, vamos cuidar dos jogadores na parte física e na quarta vamos trabalhar com esse mesmo desempenho que vimos hoje”.

REFORÇOS

“Qualquer equipe, desde o São Paulo, que está liderando, e aquelas que estão lutando no bloco intermediário por uma vaga na Libertadores, precisam estar atenta se o mercado oferece um jogador interessante. Você tem que estar atento, não tem essa de ficar com o grupo fechado e a nossa diretoria está atenta. Essa semana chegaram dois jogadores, o Geílson e o Taílson, até espero que a contusão do Geílson não seja nada grave. E os jogadores que estão aqui precisam estar abertos com a chegada de qualquer jogador que possa nos ajudar nessa reta do Brasileiro para sairmos dessa situação”.

PREPARAÇÃO DOS ATLETAS

“Usamos vídeos e muita conversa com os atletas, a gente programa palestras interessantes, então hoje você tem que escutar o atleta e o lado afetivo dele, principalmente nesse momento. Nós temos em nosso departamento de futebol uma estrutura toda montada. Se a questão for alimentação, temos uma das melhores cozinhas do País. Na área psicológica temos profissionais que desenvolvem trabalhos e ontem até tivemos uma reunião muito proveitosa com a área de psicologia. Então da minha parte estou usando todas as ferramentas que o clube tem me dado para sempre colocar em campo uma equipe competitiva, psicologicamente e tecnicamente”.



Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…