5 set 2007 - 21h35

Furacão no cerrado

Em um grande jogo de futebol, o Atlético derrotou o Goiás por 3 a 2 no Serra Dourada. A segunda vitória consecutiva dá um certo alívio ao Rubro-negro na luta para se afastar da zona do rebaixamento.

O Atlético entrou no Serra Dourada com a mesma escalação que derrotou o Atlético Mineiro no último domingo. O jogo começou equilibrado, mas o Atlético tinha maior posse de bola. O primeiro lance de perigo ocorreu aos 19 minutos: Edno cruzou para Ramon, que cabeceou em cima do goleiro Harley. Aos 27 minutos, o Furacão voltou a assustar o goleiro goiano. Após escanteio, a zaga do Goiás afastou, mas a bola tocou em Rodholfo e quase entrou.

O Rubro-negro teve chances de abrir o placar no fim da primeira etapa em duas roubadas do lateral Jancarlos. Na primeira, ele demorou para chutar e a zaga cortou para escanteio. Na segunda, Jancarlos chutou forte e Harley jogou para escanteio. O primeiro tempo terminou com o placar fechado.

O técnico Ney Franco realizou uma substituição na intervalo: trocou Ramon, que teve uma atuação apagada, por Netinho. A segunda etapa começou com domínio da equipe goiana, que abriu o placar aos 13 minutos. Em uma bola cruzada na área atleticana, a zaga deu bobeira e Paulo Baier chutou fraco para abrir o marcador.

O gol esmeraldino motivou o técnico atleticano a mexer novamente na equipe. Dinei entrou no lugar do lateral Edno, e Netinho foi deslocado para a esquerda. O Atlético voltou a pressionar e teve várias chances de empatar, em cabeçadas de Dinei e Danilo e em dois chutes de Pedro Oldoni. O empate parecia questão de tempo e ele aconteceu aos 24 minutos. Ferreira fez linda jogada pela direita e cruzou para Netinho, que driblou um zagueiro goiano e chutou no ângulo esquerdo de Harley.

Após o empate, o Atlético melhorou e bastaram 3 minutos para virar o placar. Ferreira tocou para Pedro Oldoni. O atacante chutou uma vez, para grande defesa de Harley. No rebote, Pedro Oldoni marcou o segundo gol atleticano. Cinco minutos após o gol, Pedro Oldoni saiu para a entrada de Willian.

Willian deu ainda mais energia ao Atlético, que nesta altura já dominava completamente o jogo. Aos 36 minutos, Ferreira lançou Dinei pela esquerda, que cruzou para Willian. Ele dominou e deu um lindo toque para encobrir Harley e marcar o terceiro gol atleticano.

Dois minutos depois, o Furacão teve grande chance de liquidar o jogo, mas o lance terminou em um chute de Claiton por cima do gol do Goiás. O Goiás ainda diminuiu em um belo chute de fora da área do zagueiro Paulo Henrique, mas não foi capaz de chegar ao empate.

O Atlético viaja amanhã para o Rio de Janeiro, onde enfrentará o Fluminense no próximo domingo.

%ficha=590%



Últimas Notícias