9 set 2007 - 21h30

Ney Franco lamentou as chances perdidas

O técnico Ney Franco conversou com a imprensa após a derrota do Atlético para o Fluminense na noite deste domingo por 2 a 0, no Maracanã. Os gols foram marcados pelo atacante Somália, aos 39 do primeiro e aos 21 do segundo. De acordo com o treinador, o Atlético começou bem o jogo, mas acabou dominado no restante do primeiro tempo. Na etapa final, conseguiu equilibrar o jogo, mas o fiel da balança foram as chances de gol desperdiçadas pelo Rubro-Negro.

Confira as declarações do treinador:

NETINHO
"Não, não foi equívoco (a escalação inicial da equipe). A equipe não fez uma boa partida, mas acho que não foi em função da ausência do Netinho. O Fluminense foi superior principalmente no primeiro tempo. Nós tivemos dez minutos iniciais muito bons, mas o Fluminense cresceu. No intervalo a gente optou por não fazer modificação, só mudamos o posicionamento. Não fizemos gol, o Fluminense fez o segundo e acabamos sendo derrotados."

CHANCES PERDIDAS
"A gente fez 15 minutos de partida boa, criamos chances, mas não fizemos o gol. Depois, a nossa equipe não teve boa posse de bola e pagamos por isso. No segundo tempo, a gente teve chances com o Marcelo e o Jancarlos, mas não fizemos. Num jogo equilibrado como esse, não dá para perder chances."

"Num jogo como esse, equilibrado, nos seus bons momentos você tem de aproveitar para fazer gols. Nossa equipe criou, não fizemos. E tomamos um gol numa situação em que a nossa equipe é muito forte, em bola pelo alto."

PEDRO OLDONI
"Em relação ao Pedro Oldoni, essa foi a terceira vez de escalarmos a mesma equipe. Ele foi bem contra o Atlético Mineiro e o Goiás. Se ele não foi brilhante, estava fazendo uma partida mediana, como a nossa equipe. Depois, eu optei por tirá-lo para botar um jogador mais descansado."

PRIORIDADE
"Nós temos dois jogos em casa, contra Palmeiras e Paraná, e agora temos de fazer 100% de aproveitamento, fazer o dever de casa. Nós vamos estudar a melhor estratégia para o jogo contra o Vasco, pela Sul-Americana, tendo em vista que perdemos o primeiro jogo em casa por 4 a 2 e o jogo se tornou muito complicado. Amanhã a gente começa a definir quem vai para o jogo, mas logicamente que o que nos preocupa mais neste momento é o jogo contra o Palmeiras, no final de semana."

JOGO CONTRA O VASCO
"A gente já converseu com o presidente, o Mario, e a situação nossa no Brasileiro é muito delicada. Então, a prioridade é sair da faixa de rebaixamento. Amanhã a gente faz a avaliação dos jogadores que a gente acha que se jogarem na quarta-feira a tendência é terem uma queda de rendimento no domingo."



Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…