17 set 2007 - 8h10

Manchetes atleticanas desta segunda-feira

Golaço nas arquibancadas
Instantes após os auto-falantes da Arena anunciarem o registro de 21.602 pagantes, ouviu-se o grito de gol do maior público deste ano não só no Caldeirão, mas também em Curitiba. Um coro de alegria, alívio e resposta.

 

Caldeirão ferveu e Atlético detonou o Palmeiras
Finalmente aconteceu a tarde mágica que o Atlético tanto queria neste campeonato. O Caldeirão voltou a ferver como há muito tempo não se via e, contra um adversário de porte, a equipe demonstrou que tem futebol suficiente para manter-se na Série A do Brasileirão. A vitória por 2 a 1 diante do Palmeiras rendeu ao Rubro-Negro, além dos três pontos na tabela e a saída da zona de rebaixamento, a impressão de que a mística de ser quase invencível jogando na Arena pode ressurgir ainda neste ano.

 

Torcida empurra Atlético para fora do inferno
O Atlético, com ajuda da forte presença da torcida, consegiu sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ao vencer o Palmeiras por 2 a 1, ontem, na Baixada. Cerca de 23 mil torcedores acompanharam a vitória dos paranaenses, que foram a 32 pontos e alcançaram a 16ª posição na tabela.

 

Atlético-PR vence Palmeiras
O Atlético Paranaense venceu o Palmeiras por 2 a 1 neste domingo à tarde, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Com o resultado, o Furacão não só saiu da zona de rebaixamento como também colocou o rival Paraná dentro do grupo da morte. Além disso, o time rubro-negro manteve o tabu de não perder para o Verdão em seu estádio em toda a história. Aos paulistas resta o consolo de ter marcado um gol na casa do rival pela primeira vez. A honraria coube ao zagueiro Dininho.

 

Atlético vence Palmeiras e desbanca Paraná
Na briga contra o rebaixamento, Atlético e Paraná encerram a rodada em posições trocadas. Antes dos jogos de ontem era o Furacão que ocupava a incômoda 17 posição, mas a suada vitória sobre o Palmeiras, aliada à derrota do rival para o Sport, foi o suficiente para deixar o mico na mão do Tricolor.

 


Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…