O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
29 set 2007 - 17h17

Lugares numerados só gera confusão

Após ler alguns textos de torcedores que foram prejudicados e mal tratados por seguranças contratados pelo Atlético, eu resolvi escrever este texto.

Desde que o Clube resolveu implantar a numeração em cada cadeira e estampar o número em cada ingresso, o torcedor se acha e tem o direito de sentar em sua cadeira numerada. Eu não quero tirar a razão dos torcedores, mas acho importante eu dar a minha opinião, sei que muitos não concordaram, mas fazer o quê? Evitar é melhor que Remediar!

Já que estamos no período de rever os conceitos, não custa nada a diretoria do Clube Atlético Paranaense analisar e perceber que a Copa do Mundo é daqui 7 anos, em 2014. A Copa dura no máximo 40 dias, não é eterna. É óbvio que o nosso Caldeirão terá que se adequar as exigências do FIFA, só para o período da Copa é que o Caldeirão será um estádio para abrigar turistas, no mais, é a nossa segunda casa, a casa do torcedor atleticano, a famosa Baixada.

Acho importante as divisões de setores no estádio. Os mais privilegiados pagam um valor um pouco mais caro e tem o privilégio de assistir o jogo com uma visibilidade melhor, eu me refiro aos setores Getulio Vargas. Para os sócios e admiradores das Torcidas Organizadas, adquirem ingresso no setor Buenos Aires inferior e o outros setores, todos já conhecem, seria chato da minha parte ficar repetindo os setores da nossa casa tão conhecida por todos nós.

Na minha opinião, já passou da hora de retirar a numeração das cadeiras. O que importa é você adquirir o ingresso no setor que você deseja ficar. Eu sempre assisto os jogos do Atlético no mesmo local, independente do horário que eu chego ao estádio, eu vou para o meu cantinho da sorte, as vezes este meu cantinho já está tomado por outros torcedores, mas sem problemas, procuro ficar próximo da turma conhecida.

A solução é simples, basta manter os setores divididos mas por favor, retirem a numeração nos ingressos vendidos. Isso gera muita confusão, divisão de famílias e etc. Se o torcedor quer sentar em uma cadeira mais privilegiada, basta chegar mais cedo.

Vale lembrar que somos torcedores, não TURISTAS. Somos uma família, todos unidos por um ideal: Atlético Paranaense.

Agora vou contar para vocêis uma história verídica que aconteceu comigo dias atrás. Eu fui até a Arena para comprar o meu ingresso para o jogo do Atlético contra o Galo. Estacionei o carro e fui andando a pé até as bilheterias. Me chamou a atenção um rapaz trajando a camisa do Boca Junior da Argentina e junto dele estava uma moça. Eu percorri cerca de 50 metros e o casal ainda estava na bilheteria, salvo que aquela bilheteria é para as pessoas que vão comprar o ingresso com o cartão de crédito.

Até aí tudo bem, eu fui me aproximando da bilheteria e resolvi ver o que estava acontecendo. Pois bem, a moça estava conversando com uma outra pessoa pelo celular para decidir aonde ela deveria comprar o ingresso para sentar ao lado deles. Ela ficou indignada pois a cadeira que ela teria que comprar já teriam vendidos. Ela propôs para a funcionária do clube para aceitar a troca do ingresso dos outros amigos para eles poderem sentar todos juntos, na mesma fila. Impossível disse a funcionária, pois os seus amigos são sócios-torcedores e não podem trocar os ingressos, pois eles possuem um cartão magnético. Para resumir a história, depois de enjoar de ficar olhando no monitor para escolher a melhor cadeira, o casal comprou o ingresso e foram embora. Foram preciso exatamente 10 minutos para comprar dois ingressos, que absurdo. Eu fiquei indignado, fui para a fila pensando no ocorrido. Deus me livre, que nojo, que momento asqueroso. Parece que a pessoa está comprando um ingresso para ir em um outro evento, menos para assistir um jogo de futebol.

Chega de números, vamos deixar essas regras lá para a Copa do Mundo, para os turistas estrageiros e o escambal. Hoje temos que pensar no torcedor atleticano. Organização é bom, mas exagerar na dose é sacanagem.



Últimas Notícias

Notícias

Jogador de meio tempo ?

Contratado no mês de maio Mais precisamente no dia 22/05. O meia David Terans foi anunciado como o novo reforço do Athletico. O jogador pertencia ao…

Notícias|Opinião

Arquibancada

Quem me conhece há mais tempo já me ouviu dizer que “a arquibancada é que é o meu lugar”. Para além do sentido literal, do…