19 out 2007 - 7h50

Manchetes atleticanas desta sexta-feira

Decepções do passado servem de alerta para o Rubro-Negro
Jogo na Arena, estádio cheio e contra a pior equipe do campeonato, já rebaixada à Segunda Divisão com sete rodadas de antecedência. Moleza? Aparentemente, sim. Mas da teoria à prática, no futebol tudo pode acontecer (a tal “caixinha de surpresas”). É o que comprova o retrospecto recente do Atlético. Em alguns momentos, quando os três pontos pareciam na conta, veio a decepção.

 

Atlético reforçado contra o América
A grande notícia para a torcida atleticana é o retorno do meia-atacante David Ferreira. A chegada dele em Curitiba estava prevista para a noite de ontem e o jogador deve treinar hoje com o restante do elenco no CT do Caju. Assim, Ferreira formará dupla de ataque com Marcelo Ramos, diante do América-RN, no domingo.

 

Clube prega respeito, mas sonha com saldo zerado
O Atlético vive uma situação aparentemente paradoxal nesta rodada do Brasileirão. Neste domingo, o time recebe o AméricaRN, lanterna da competição e já rebaixado à segunda divisão. Ao imaginar que o adversário não tem mais ambições, os jogadores falam em “zerar o saldo”. Já o técnico Ney Franco prega respeito.

 

Ney Franco ansioso por retorno de Ferreira
Após defender a seleção da Colômbia nas partidas contra o Brasil e Bolívia, válidas pelas eliminatórias à Copa do Mundo de 2010, o meia-armador Ferreira retorna aos treinamentos do Atlético Paranaense nesta sexta-feira à tarde, no CT do Furacão, onde se prepara para encarar o América-RN, domingo, às 17h, na Kyocera Arena.

 

DE OLHO NO SALDO DE GOLS
Embora o discurso seja de respeito ao América-RN, o Atlético não pretende apenas vencer a partida, no domingo, na Arena da Baixada. O objetivo é obter um resultado convincente, se possível, com um bom número de gols, para melhorar o saldo, que hoje é de dois gols negativos.

 


Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…