19 out 2007 - 22h10

Nike planeja a compra da Umbro

Fornecedora de material esportivo do Atlético e parceira estratégica do clube, a marca esportiva Umbro pode ser adquirida pela Nike. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo site Máquina do Esporte, segundo dados da agência de notícias Reuters.

Nesta semana, a Umbro informou ter recebido uma proposta de compra de 223 milhões de libras, o que equivale a R$ 860 milhões. Cogita-se que a proposta milionária tenha partido da empresa norte-americana para disparar na liderança no mercado mundial de artigos esportivos. Hoje, Nike e Adidas disputam o topo nesse segmento.

A incorporação da Umbro à Nike segue uma tendência no mercado esportivo internacional, com a união de líderes do segmento. Em 2005, a Adidas comprou a Reebok por R$ 8,9 bilhões.

Umbro

Especializada em artigos esportivos exclusivos para a prática do futebol, a Umbro foi fundada em 1924 (mesmo ano da fundação do Atlético Paranaense) pelos irmãos Humphrey, na Inglaterra. Desde 1930, a marca está associada com futebol, seleções nacionais e clubes profissionais, estando hoje presente em mais de 90 países.

A tradição da marca que ficou conhecida internacionalmente pelo slogan “Only Football” é tamanha que já vestiu alguns dos melhores atletas do mundo, como Pelé e Maradona. Pela seleção brasileira, a Umbro esteve presente em quatro dos cinco títulos mundiais do Brasil: em 1958, na Suécia; 1962, no Chile; 1970, no México; e 1994, nos Estados Unidos.

Hoje, a Umbro é a fornecedora de material esportivo de seleções como Inglaterra, Noruega, Suécia e Irlanda. A empresa inglesa também fornece material esportivo para clubes internacionais como Dínamo Moskva, Colo-Colo, Celta Vigo, CSKA Moscow, Cruz Azul, LDU, Nacional do Uruguai, Kashiwa Reysol, Olympique Lyonnais, Gambá Osaka, Besiktas, Independiente e Everton. No Brasil, além do Atlético, a Umbro é a fornecedora de material esportivo de Santos, Figueirense e Malwee Jaraguá Futsal.

A parceria Umbro-Atlético iniciou em 1997, quando a Umbro assumiu o lugar da Rhummell na fabricação dos uniformes atleticanos. Desde então, Atlético e Umbro estreitaram relações. A multinacional ajudou o clube na época de estudos para a construção da Arena da Baixada, em 1998 e 1999. "Quando se fizeram aquelas visitas técnicas para conhecer os estádios na Europa, as despesas foram custeadas pela Umbro e maioria das visitas foram marcadas através deles", contou o diretor de marketing do Atlético, Mauro Holzmann, em entrevista à Furacao.com em 2005.

Depois, a Umbro instalou uma loja no estádio (Arena Store) e passou a patrocinar todas as categorias de base do Furacão e também as escolinhas de futebol do clube. "O clube recebe um dinheiro, uma espécie de luva, todo o material para todas as categorias e mais um percentual sobre as vendas dos produtos com a marca do clube, os royalties", revelou Holzmann na mesma oportunidade, explicando como funciona o patrocínio de material esportivo.

Em maio de 2005, Atlético e Umbro renovaram contrato por mais três anos, com vencimento previsto em dezembro de 2008. Naquela oportunidade, dirigentes do Atlético revelaram que o clube chegou a examinar propostas de outras marcas, mas a Umbro ofereceu o melhor valor.

Fontes: Máquina do Esporte e Site Oficial da Umbro



Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…