21 out 2007 - 18h46

Atlético despacha o América

A forte chuva que caiu em Curitiba cerca de uma hora antes do jogo entre Atlético e América indicava: o domingo poderia trazer surpresas desagradáveis. Para alívio dos atleticanos, o lado ruim do domingo ficou apenas por parte da chuva (que inibiu que muitos torcedores comparecessem à Kyocera Arena para prestigiar a partida) e também pelo futebol não tão brilhante apresentado pelo Rubro-negro em campo. O time comandado por Ney Franco não precisou dar nenhum show para vencer o lanterna América por 2 a 0, colocar novamente o Furacão na zona de classificação da Copa Sul-Americana e confirmar de vez a brilhante recuperação do time no Campeonato Brasileiro.

Antes do jogo começar, dois nomes chamavam atenção dos quase 15 mil atleticanos presentes na Baixada. O primeiro deles era justamente o camisa número um: o goleiro Vinicius teve a responsabilidade de substituir Viáfara, vetado pelo Departamento Médico. E Vinicius fez bonito no jogo, mantendo a invencibilidade do sistema defensivo atleticano, que agora já soma quatro jogos sem sofrer gols na competição.

Outro nome que merecia destaque antes mesmo de a bola rolar era do colombiano David Ferreira, que retornava ao time após servir a seleção da Colômbia pelas Eliminatórias da Copa 2010. E se Ferreira era a grande esperança da torcida do Atlético, ele não decepcionou. Aos 20 minutos do primeiro tempo, em jogada individual, Ferreira finalizou no canto direito do goleiro Sérvulo, abrindo o marcador na Baixada. O gol trouxe alívio aos torcedores, mas nem assim deu maior inspiração ao time atleticano.

Na etapa final, o time continuou não apresentando um futebol encantador, mas foi eficiente. O gol quase saiu aos 11 minutos, com Netinho fazendo um cruzamento preciso para Antonio Carlos, mas a bola caprichosamente acertou o travessão. Era sinal de que o segundo gol estava amadurecendo e ele saiu aos 19 minutos, numa jogada confusa na área do América: Netinho cobrou o escanteio da direita, Marcelo Ramos desviou para o gol, mas o goleiro defendeu. No rebote, a bola sobrou para Rhodolfo fazer 2 a 0.

Agora, o Furacão se prepara para ir ao Mineirão, onde enfrenta o Cruzeiro no próximo sábado, às 18h10.

%ficha=599%



Últimas Notícias

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…