27 out 2007 - 16h47

Atlético joga contra tabus

Logo mais, às 18h10, Atlético e Cruzeiro se enfrentam no Mineirão. Além de encarar o time mineiro, o Furacão joga pensando em dois tabus. O primeiro, de manter uma invencibilidade contra o time celeste que já dura desde 2003, quando o Furacão perdeu para o então líder e futuro campeão Brasileiro daquele ano, por 4 a 1 na Baixada. De lá para cá foram mais sete confrontos pelo campeonato nacional, com quatro vitórias do Atlético e três empates.

Outro tabu perseguido pelo time atleticano seria o de igualar uma marca história: cinco jogos seguidos sem o sistema defensivo sofrer gol. A última vez que isso ocorreu foi no ano de 1974.

Uma vitória logo mais mantém o rubro-negro na esperança de sonhar com uma vaga na Copa Libertadores da América do ano que vem. O jogo no Mineirão não serve apenas para tirar pontos de um concorrente direto para essa classificação quase impossível para o torneio continental em 2008, mas também para apagar da memória do torcedor atleticano o gosto amargo do empate no primeiro turno na Arena, quando a arbitragem influenciou diretamente no resultado final da partida, deixando o Cruzeiro dar seqüência em uma jogada irregular de lateral, que originou o gol de empate dos mineiros.

Vale lembrar que o jogo marcar também o retorno de Alex Mineiro aos gramados, depois de quase três meses afastado dos gramados. O herói do título nacional de 2001 deve começar a partida no banco, ficando como opção para o treinador Ney Franco durante a partida.



Últimas Notícias

Brasileiro

Desastre aéreo no Maracanã

O Athletico foi massacrado pelo Flamengo, que impôs 5 a 0, ao natural, nesse domingo(14), diante de 62 mil pessoas, no Maracanã, pela 22ª rodada…