19 nov 2007 - 20h04

Fleury acha difícil que Fluminense contrate Ferreira

O presidente do Atlético, João Augusto Fleury da Rocha, declarou nesta segunda-feira que considera pouco provável a transferência do meia colombiano David Ferreira para o Fluminense, como vem sendo especulado pela imprensa há algumas semanas. O time carioca disputará a Libertadores da América em 2008 e pretende montar um verdadeiro esquadrão para fazer um bom papel na competição mais importante da América Latina. Na lista de citados pela imprensa como possíveis reforços do Flu constam, além de Ferreira, os nomes dos atacantes Washington e Leandro Amaral e dos meias Riquelme e Jadson.

Neste domingo, o supervisor de futebol do time carioca, Branco, declarou que a equipe deverá efetuar seis contratações. O dinheiro para efetivar as transações seria disponibilizado pela Unimed, principal patrocinadora da equipe.

Porém, a contratação de Ferreira não será tão simples. O jogador está vinculado ao Furacão até o final do próximo ano. Antes disso, ele só deixa o clube em caso de pagamento da cláusula rescisória do contrato. "Não existe nada e nem estamos preocupados. O Ferreira tem contrato com o Atlético Paranaense até 31 de dezembro de 2008 e ainda existe uma cláusula para a prorrogação. Não temos nenhuma intenção de liberar o Ferreira, pois é um símbolo da equipe. Estas especulações são normais, já que há muito tempo ele vem se destacando", afirmou o diretor de futebol Alberto Maculan neste final de semana.

As palavras de Maculan foram endossadas por Fleury nesta segunda. "Acho difícil ele ir para o Fluminense. Se o Ferreira ficar no Brasil, será no Atlético. Não creio que o Fluminense, mesmo com seu patrocinador, queira competir com as propostas de clubes europeus. Por mais que o time pague bem, e em dia, a moeda corrente no Brasil é o real, não o euro. Por isso, acho muito difícil que ele saia no Atlético, pelo menos até o meio do ano que vem", disse o presidente em entrevista ao GloboEspote.com.



Últimas Notícias