22 nov 2007 - 8h00

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

Sem oposição, Petraglia deve voltar à presidência
Se na bola é tempo de mineirice no Atlético, com o time tranqüilo no comando de Ney Franco, nos bastidores o clube segue pelo mesmo caminho. Mesmo às vésperas das eleições para o biênio 2008/09, a vida política do Furacão também está “quietinha”. Não por acaso, pois, programado para a primeira quinzena de dezembro, o processo sucessório não deve representar mudança nenhuma.

 

Atlético aposta em novos valores para 2008
Uma das apostas do Atlético para a próxima temporada está treinando no CT do Caju há um mês. Chama-se Francisco Lima Madureira, mas é conhecido pelo apelido de Doca Madureira. O jogador pertence ao Rio Branco do Acre, onde disputou a Série C do Brasileirão, e está em fase de testes no Furacão.

 

Atlético enfrenta “herança” de Ney Franco
O Atlético, do técnico Ney Franco, enfrenta no domingo o Flamengo, time que foi dirigido pelo mesmo treinador de maio de 2006 até julho de 2007. Após 14 meses no clube carioca, Ney Franco admite que o time ainda tem uma herança deixada. “Acho que tem. Fiz toda a pré-temporada para 2007 lá, tem muito do nosso trabalho na parte física e na parte tática”, disse, sobre a equpe que desde julho é comandada por Joel Santana.

 

Ney Franco garante Alex Mineiro contra o Fla
Ele está de volta. Após quatro partidas entrando durante a etapa final das partidas do Atlético Paranaense, o atacante Alex Mineiro está confirmado pelo técnico Ney Franco para começar a partida contra o Flamengo, domingo, às 18h10min (de Brasília), no Maracanã.

 

Atlético terá força máxima
Mais que uma dificuldade, enfrentar o Maracanã lotado será um estímulo para o Atlético, que quer trazer do Rio de Janeiro a classificação para a Copa Sul-Americana. No jogo que deve bater o recorde de público do Brasileiro deste ano – com a venda dos quase 82 mil ingressos disponibilizados – o Furacão terá força máxima.

 

NEY ELOGIA FLAMENGO MAS QUER VITÓRIA
Após um ano e dois meses, o técnico Ney Franco deixava o comando do Flamengo para a chegada de Joel Santana, que chegara com a missão de tirar a equipe da zona do rebaixamento à Série B, já que tinha três partidas a menos devido aos jogos Pan-Americanos. Apesar disso, Ney Franco não escondeu que tem participação na bela campanha do Fla neste Brasileirão.

 


Últimas Notícias

Opinião

PlaneJUMENTO

Antes de tudo, dar os devidos créditos ao @fabiangarrett93 que cunhou tal termo no Twitter sendo de uma felicidade incrível pois ilustra perfeitamente aquilo que…