25 nov 2007 - 21h02

Ídolo do Atlético, Kléber promete um dia voltar

O atacante Kléber, Incendiário da Baixada e um dos jogadores mais importantes na conquista do título Brasileiro de 2001 pelo Atlético, teve uma tarde de gala neste domingo em Curitiba. Defendendo a equipe do Santos, Kléber (agora chamado de Kléber Pereira) marcou três gols em onze minutos e, de virada, decretou a vitória santista por 3 a 2, classificando o Peixe para a Copa Libertadores da América do próximo ano.

Mais do que isso, os três gols de Kléber complicaram a vida do Paraná na fuga do rebaixamento no Brasileirão. Hoje, o Tricolor tem 41 pontos e ocupa a 18ª colocação, precisando torcer para que Corinthians e Goiás não vençam seus compromissos na quarta-feira (contra Vasco e Atlético-MG, respectivamente).

Volta ao Furacão

Após a partida, Kléber lembrou o carinho que sente pelo Atlético e revelou que pretende voltar a vestir a camisa rubro-negra. "Com todo respeito que tenho ao Santos, em breve pretendo encerrar a carreira aqui no Atlético Paranaense", disse o jogador, de 33 anos.

Kléber é um jogador que “tem sorte” jogando contra o Paraná. Na decisão do Campeonato Paranaense de 2002, o Incendiário marcou quatro gols na vitória atleticana por 6 a 1 na Arena, praticamente garantindo o título ao Atlético naquela oportunidade.

O carinho do jogador pelo Furacão já havia sido demonstrado no Brasileirão deste ano. Quando as duas equipes de enfrentaram na Vila Belmiro, no dia 30 de agosto, o atacante marcou o terceiro gol do Santos (na vitória santista por 3 a 1), mas não comemorou, demonstrando respeito e consideração à torcida e à camisa atleticana.

Kléber marcou 124 gols pelo Atlético e é até hoje o maior artilheiro da história da Arena. Clique aqui e relembre a trajetória de Kléber no Furacão.



Últimas Notícias

Notícias

Raio X: Penarol

Retrospecto, Nikão e bola na rede. Essas são as apostas do Furacão para garantir vaga na final da Sulamericana 2021. O Athletico é o único…