28 nov 2007 - 18h13

Alex Mineiro deixa o Atlético

O atacante Alex Mineiro fez a sua despedida do Atlético no jogo contra o Flamengo, no Maracanã, no último domingo. Diante de 87 mil pessoas, o herói do título brasileiro de 2001 vestiu pela última vez a camisa rubro-negra – pelo menos nesta sua terceira passagem pelo clube. Agora, ele negociará com outros clubes para decidir seu futuro a partir da próxima temporada.

Um cartão amarelo aos 28 minutos do segundo tempo decretou o destino do jogador. Suspenso na última rodada do Brasileiro, ele não poderá atuar diante do São Paulo. Isso precipitou a conversa com a diretoria do Atlético. Ontem Alex reuniu-se com Alberto Maculan e deixou o CT do Caju antes do fim dos treinos. Nesta quarta-feira, sequer apareceu para treinar. Estava batido o martelo: o jogador não renovaria seu vínculo com o Atlético.

Alex Mineiro foi contratado pelo Atlético na temporada de 2001. Ele pertencia ao Cruzeiro e foi incluído na negociação do lateral-direita Luisinho Netto, atualmente no Sport. Discreto, levou certo tempo para ganhar a confiança do torcedor. Somente depois de ter sido campeão paranaense é que sua estrela começou a brilhar. Formou uma dupla inesquecível com Kléber e fez parte da conquista do título brasileiro.

Naquele mesmo ano, foi eleito o melhor jogador do campeonato e recebeu a Bola de Ouro da Revista Placar. Fez 17 gols na competição, sendo oito nas quatro partidas do mata-mata. Isso o elevou à condição de herói da torcida. Depois desta temporada, foi eleito seguidas vezes para as seleções de melhores jogadores da história do Atlético. Disputou a Libertadores de 2002, mas foi emprestado ao Tigres, onde voltaria a formar dupla com o amigo Kléber.

Desde aquela época, Alex Mineiro manteve vínculo com o Atlético. Voltou a jogar pelo clube em 2003, em uma fase delicada e ajudou na recuperação da equipe no segundo turno do Brasileiro daquele ano. Foi emprestado ao Atlético Mineiro e ao Kashima Antlers. No início deste ano, voltou ao CT do Caju para sua terceira passagem pelo Furacão. Foi o artilheiro do Campeonato Paranaense e do Atlético em todo o ano.

No meio da temporada, recebeu uma proposta elevada do Palmeiras para deixar o Atlético, mas sua permanência mobilizou a torcida e a diretoria do clube. Com sacrifício financeiro, o salário de Alex Mineiro foi aumentado e ele aceitou ficar até o final do ano. Lamentavelmente, o episódio do jogo do Grêmio acabou alterando os planos. Ele ficou vários meses afastado dos gramados, prejudicando o desempenho do Furacão no campeonato. Voltou apenas nas últimas rodadas. Seu último gol foi contra o Corinthians, no Pacaembu.



Últimas Notícias

Opinião

PlaneJUMENTO

Antes de tudo, dar os devidos créditos ao @fabiangarrett93 que cunhou tal termo no Twitter sendo de uma felicidade incrível pois ilustra perfeitamente aquilo que…