O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
27 fev 2008 - 11h38

Não basta torcer, tem que participar!

É muito triste ver a reação de alguns torcedores quanto à saída de Claiton. Um jogador mercenário, que há uma semana dizia que queria ficar aqui o resto da vida, e na primeira proposta se manda, e o pior é que vai aos microfone dizer que vai conversar com a diretoria pra ver sa fica. É lamentável ver a torcida acreditar numa declaração dessas, é muita inocência. O Claiton é um “migué” profissional, gosta mesmo é de fazer média com a torcida. Quero ver ele fazer isso falando em japonês.

A verdade é que o futebol brasileiro está refém dos empresários. Enquanto esses sujeitos jogam tem sempre um “Massa”, um “Malucelli” ou um “Figer” telefonando pra meio mundo e enviando DVD’s com as excelentes jogadas desses “craques”. Essa é a realidade. E isso tudo é pelo maior gol contra do rei do futebol. Que na sua frustração de não ter ficado milionário mesmo sendo o maior do mundo, resolveu dar essa mãozinha aos atletas de hoje. Isso precisa ser revisto com urgência pelos nossos legisladores. Caso contrário, não haverá TimeMania que baste.

O que não podemos admitir é a torcida se voltar contra a diretoria, querendo que ela cometa loucuras financeiras equiparando propostas de times muito mais ricos. Temos que nos conformar com o nosso tamanho e nosso potencial, é um problema legal amigos. Lembram o que aconteceu com o Alex Mineiro? Seguramos o gajo e amargamos um prejuízo enorme, pagando-lhe um salário acima das possibilidades e sem poder contar com seus gols. Se impedirmos um atleta de ganhar muito dinheiro, qual a motivação dele em campo? Claiton teria a mesma pegada se o obrigássemos a cumprir seu contrato?

Ao invés de boicotarmos o plano de sócios devemos sim, sobretudo agora, aderir em massa. Somente um quadro associativo forte pode mudar esse panorama. Quando tivermos 25 ou 40 mil sócios, o clube terá sim um poder de negociação muito maior. Poderemos fazer valer nossa vontade nas urnas do Furacão, porque lá sim os dirigentes são eleitos por voto direto do associado. Nosso estatudo não prevê armadilhas nem tampouco fecha o clube aos seus mandatários.

Povão atleticano, não vamos promover o boicote ao nosso clube do coração. Vamos aderir em massa ao pacote e mudarmos essa realidade de clube pequeno. Vamos contribuir para o crescimento real do Furacão. Sim ao Sócio Furacão. Não bastar torcer e criticar, tem que participar.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…