O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
28 fev 2008 - 11h02

Fui, vi e não venci

Este jogo em Alagoas contra o desconhecido Corinthians Alagoano nos deu uma amostra do quanto estão fazendo falta o Ferreira e Claiton no time.

No início deste ano com esta avassaladora campanha no estadual, nós torcedores ficamos na expectativa de uma vitória lá no nordeste.

Mas sem os referidos titulares o time perdeu a alma guerreira de jogar do início ao fim sem esmorecer nas pernas.

Foi uma grande perda à saída dos dois. Foi uma derrota nos bastidores, que somente os cartolas conhecem e sabem os rumos que está sendo tomado.

Não estou criticando o que ocorreu, até porque o mercado futebolístico é assim mesmo. Uma grande roda gigante mercadológica, onde o grande interesse é o lucro e rápido se possível.

Mas isso é passado e caso o Ferreira retorne ao clube no final do empréstimo aos árabes, ele será na minha opinião a pedra fundamental dos alicerces do time para o nacional.

Mas como é somente uma suposição de um torcedor esperançoso. O que espero daqui para frente é uma equipe que irá render o que já rendeu neste início de temporada com outros jogadores que, por ventura, virão contratados, para serem titulares e executarem as suas tarefas como foi executada pelos seus antecessores.

Como não é o momento de ficarmos apavorados pelos dois últimos resultados, até porque continuamos invictos nos jogas desde o último jogo do Campeonato Brasileiro de 2007 contra os bambis do morumbichado. Deixa-me um pouco tranqüilo para a seqüência, já que no comando, estamos com um dos melhores técnicos revelados no Brasil nestes últimos anos.

Agora só não podemos é ficar esperando que milagres aconteçam sem que haja a devida reposição dos jogadores que foram embora.

Não que isso seja uma tragédia grega, mas o próprio Ney Franco salientou que deverão ser contratados reforços para substituir os que saíram e que no elenco apesar de bom, ainda não tem jogadores preparados para substituí-los.

Está é a deixa do técnico para os cartolas começarem a pisar no freio para com as vendas, assim acabando com a sina de todo o ano promoverem o desmanche do time entrosado, como também ao mesmo tempo deverão pisar no acelerador para contratarem jogadores de qualidade que possam somente somar qualidade técnica ao elenco e dar seqüência à invencibilidade desta temporada.

A deixa do Ney já foi dada, agora cabe aos cartolas decidirem o que realmente querem nesta temporada.

Serem campeões ou querem ser os maiores comerciantes de jogadores do futebol brasileiro, porque aí, não tem planejamento que resista.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…