O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
17 mar 2008 - 12h09

Parabéns, Ney Franco

Antes de começar minhas lamentações gostaria de comentar um fato constantemente aplicado na Liga de Basquete Norte-americana (NBA).

Lá, é comum atletas trocarem de time durante a temporada. A diferença (ou eu pensava que fosse essa) é que o atleta não apenas vai para o clube que paga melhor, mas sim para aquele que concorda em deixá-lo na quadra durante um determinado tempo estipulado em contrato não importando se esse joga bem ou mal.

Certos jogadores utilizam essa cláusula para garantir sua visibilidade e com isso negociarem contratos mais lucrativos no futuro.

Volto para nosso CAP. O título de minha coluna é PARABÉNS NEY FRANCO por diversos motivos. Nosso comandante é inteligente, estrategista, bom caráter e muito profissional. Tanto isso é verdade que ontem, após nova derrota, começou sua entrevista coletiva afirmando que o time jogou bem e que teve um crescimento técnico e tático se comparado as últimas atuações.

Defendeu com garra a permanência do jogador Irênio até os 39 minutos do segundo tempo afirmando ainda que esse jogou muito bem.

Não fui ao jogo mas procurei escutar em diferentes emissoras para saber diferentes opiniões. Todas elas foram unânimes em afirmar que Irênio não entrou em campo. Não viu a cor da bola.

Dou meus parabéns ao Ney Franco por tentar explicar o inexplicável. Por defender com garra seus empregadores e por concordar colocar em campo jogadores que se fazem valer dessa cláusula que agora acredito existir em nosso clube.

Essa cláusula que os permite permanecer em campo por determinado tempo. Sem que treinador, nem ninguém sejam capazes de tirá-los. Ontem entendi finalmente.

É mais do que obvio que Ney Franco não é burro, cego, nem surdo. Ele é funcionário. E como tal precisa aceitar as determinações de seu empregador. Ou aceita ou vai embora. Simples.

Ney Franco está colocando em campo quem precisa colocar. Seja por imposição contratual, seja por não ter opções melhores no elenco.

Enquanto empresários ditarem as regras em nosso clube, estamos condenados a assistir times cada vez mais desinteressados. Enquanto nossos dirigentes aceitarem que empresários utilizem nosso clube como trampolim para transferência de jogadores estaremos fadados ao fracasso

Não somos burros o suficiente para investir R$ 50,00 em times como esse que vemos. Ou somos?



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Aleluia!

Pela rodada 13 do Brasileirão, no Barracão, Vitória 0 x 1 Athletico. Vindo de uma sequência horrorosa de resultados o Athletico precisava se recuperar no…