O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
17 mar 2008 - 14h53

Zulu e outras divagações

Assisti a uns pedaços do jogo do Grêmio contra o FC Santa Cruz, onde joga Zulu, possível reforço rubro-negro.

É um centroavante típico. Lembra muito o Somália. Alto, forte, bom no jogo aéreo, sabe fazer bem a “parede” e me pareceu ser raçudo.

Como o time de Ney Franco tem nas bolas levantadas na área uma das principais características, pode dar certo. Porém, como o nível técnico do gauchão é só um pouquinho melhor do que o paranaense, essa contratação é mais um (dos vários) tiro no escuro.

Disputará posição com Pedro Oldoni que, na minha opinião, deveria ser titular da camisa 9. Apesar das suas deficiências, sou fã do garoto. Desde a sua rescisão com os Massa, dá provas de vestir a camisa rubro-negra por amor.

Se ele protagoniza jogadas esquisitas fora da grande área é porque se vê obrigado a buscar a bola na intermediária, ante a inoperância dos “armadores” Irênio e Alan Bahia. Dentro da área, porém, ele faz o que se espera de um centro-avante: gols.

Ao contrário de muita gente, não tenho medo do Campeonato Brasileiro. O tal Renato da Ponte Preta, se vier, pega a camisa 10 já na cidade de Registro!!!

Falam também em Rodrigo Tabáta, que é ótimo. Entra fácil no lugar do Willian, que não considero mau jogador.

Kleber Pereira seria uma bênção. Acho difícil, posto que recebe quase R$ 300.000,00 mensais no Santos, mas demonstra uma gratidão fora do comum pelo Atlético e já está pensando em encerrar a carreira. Sonhemos…

Não sei se algum dirigente rubro-negro lê nossos textos, mas fica uma sugestão para a lateral esquerda: Chiquinho, do Inter-RS. Rápido, driblador, fazia gols e cruzamentos excelentes. Era promessa de craque até que teve problemas físicos (de uma pubalgia até um grave problema circulatório no cérebro).

Após tratamento, não conseguiu vaga no time de 2006, que tinha o excelente Jorge Vagner como titular.

O Atlético tentou contratá-lo no começo do ano passado, mas o Inter exigiu Marcão como parte do pagamento, o que foi negado a princípio. Depois, veio o Rafael Santos. Chiquinho, então, foi emprestado ao Goiás tendo relativo destaque.

Agora está encostado no Colorado, treinando em separado, eis que teria se desentendido com Fernandão, que é quem efetivamente manda no time.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Aleluia!

Pela rodada 13 do Brasileirão, no Barracão, Vitória 0 x 1 Athletico. Vindo de uma sequência horrorosa de resultados o Athletico precisava se recuperar no…