O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
12 abr 2008 - 11h33

A era do rádio

Impossível ficar quieto depois de tamanha e absurda demonstração de autoritarismo e arbitrariedade.

Eu sou oposição desde que comecei a conhecer melhor os meandros das decisões da dupla Fleury-Petraglia, que a tudo contestam, fazem parecer criar planos e programas de marketing de primeiro mundo, deixando ao Sr. Mauro Holzmann e assessoria de comunicação, na impassibilidade de terem que se manifestar, onde se mostra difícil qualquer alegação.

À par das questões jurídicas e mesmo financeiras do embrólio causado pela Diretoria, resta-nos verificar qual o resultado prático de tudo isso. A matéria em questão já toma conta do noticiário nacional. E desta forma, vem junto com as comparações inevitáveis com os clubes de maiores arrecadação do mundo que a ese ponto não chegaram.

Afinal, nós dependemos da mídia e vice versa e nessa linha, antes de manifestada a posição unilateral da Diretoria (não digo mais da instituição Atlético) mas de seus dirigentes, quais as consequências que vislumbram?

Nós, atleticanos do interior e ainda existem alguns, acreditamos na instituição por força da camisa, da tradição, da fé que nutrimos pelo nosso Furacão. Mas lembremo-nos da negativa da diretoria na retransmissão de jogos do PR com cotas de R$ 400.000,00. Ficamos a ver navios e sem poder acompanhar nada. Agora, as rádios que desempenham sua atividade e nos presenteiam com informações diárias do clube que nós do interior podemos seguir pela internet, vemo-nos na incômoda posição de sequer tê-la.

Petraglia está assumindo a posição de arrogante, arbitrário e assim o foi desde sua entrada no futebol. Alguém tentou compará-lo à Evancgelino ou nosso grande e fantastico Jofgrer Cabral, em matéria no site, o que é uma aberração. Aqueles tinham amor pelo clube, este tem interesses financeiros e pessoais, quando faz negócios pelo clibe sem transparência, quando vende e contrata sem ouvir a ninguém.

Estou triste, desacalentado de tantas coisas que vejo no noticiário, de ter que ouvir suas coletivas, que nunca dão respostas e ficam apenas na generalização abstrata. Será que esse homem e seus asseclas não observam que tudo isso nos leva a ficar desacreditados.

Por fim, exijo ( e aqui posso ser autoritário ) que o Sr. Mário Cesar Petraglia entregue seu cargo e se afaste de nosso Clube de forma imediata ou através de assembléia que alguem venha a instituir, para que possamos fugir do absolutismo do ‘ Noveau Reich ‘

Não somos pioneiros em nada através desses atos, mas motivo de chacota e descrédito por todos. E mais, que isso, a estranha forma que esse senhor pretende elitizar o nosso Atlético, veremos logo com certeza o CAP jogando com uma media dúzia de amigos do poderoso assistindo, onde ele diria: Tão vendo, isso é só pra nós, meus amigos, se ainda os tem.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…