O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
13 abr 2008 - 18h32

Paciência tem limite

E é assim que começo hoje, dizendo que paciência tem limite e a nossa já está chegando ao fim. Sempre fui defensor das atitudes do Sr. Petraglia, sem admirei ele como um grande presidente e o maior de todos os torcedores, porém hoje (ontem) e hoje também fiquei e fico decepcionado.

Primeiro a notícia de cobrança das rádios, até onde isto está certo, só Deus sabe e Petraglia não é Deus.

Segundo o afastamento definitivo do clube em relação aos seus torcedores, pois sempre que pedia notícias, acabava tendo, hoje só o jornal, será que nós atleticanos vamos nos comunicar com a Diretoria através de jornal, espero que não.

Quarto, desde que entrou a Luciana Pombo, acabamos por ver notícias estarrecedoras sobre nosso time, será…., não vou julgar.

Quinto, o que foi aquilo jogando ontem contra o Toledo, cansamos de ver entrevista dizendo que não tem time ruim, tem sim e nós somos o Clube Atlético Paranaense e o nosso Estádio é chamado em todo o Brasil de o Caldeirão do Diabo, já imitado por outros clubes, mais o nosso é original. Concordo que joga contra um Coxa é possível e aceitável um empate (derrota nunca), jogar contra um Paraná (também apenas aceitável um empate), mais senhores, perder para Bambis, Flamengo, Botafogo, Cruzeiro é uma coisa, mais ganhar apenas de um a zero para um Toledo (não desmerecendo) dentro de casa e ainda ter que escutar que o resulta é o que importa, não acredito nisso.

Com este time vamos perder até para nós mesmo, que é Marcelo Ramos (ridículo, infeliz, despreparado (não pelo que fez depois do jogo, não o julgo), mais sim pelo que fez dentro do jogo, ou seja nada), isto não é centroavante nem aqui e nem na China, um cara que pede para Juiz marcar penalti para marcar gol, até eu que não jogo a mais de 30 anos marco.

Nossa defesa parece ataque de riso, não querem defender, apenas atacar, não comprometeram ontem, mais se tivesse apenas se preocupado em defender teriam sido bem melhores.

Meio de campo, ontem, simplesmente não tivemos, ontem um Toledo (e repito, quem é Toledo dentro da Arena), tomou conta do jogo, se não fosse o gol inesperado aos 35′, o que teria sido ontem, mais um tristeza, ou mesmo ganhando já o é.

Senhores não quero desmerecer ninguém, mais quero salientar que não temos time, e quando o teremos. Hoje queremos cobrar das rádios, só se a intenção é ter uma rádio como temos o canal de transmissão na televisão e na internet. Mais será que termos cacife e tecnologia para isso nos jogos fora também?

Precisamos de jogadores no nível do Atlético, e não apenas pessoas que entram em campo e se julgam jogadores, ontem eu me achei um craque de bola e como disse, já não jogo há 30 anos.

Diretoria, acordem e vejam o que está acontecendo com nosso time e nos digam que tudo isso que disse é imaginação da minha cabeça, que estou sonhando, que estou tendo pesadelos, mais que as coisas não são como penso.

Vamos estreitar mais a relação torcedor x Atlético, sócio x Atlético, não vamos acabar com anos e anos de amor, anos e anos de paixão incondicional de deixamos nossa família em casa sempre que tem um jogo, não vamos acabar com esse relacionamento que por anos sempre foi passional e inflamado, não vamos acabar com esse tesão.

Sr. Petraglia, deixe que continue sendo seu defensor, deixe que todos aqueles que acham que somente você tem cacife para o Atlético, continuem achando, pois caso contrário, peço Assembléia já e mesmo sendo desconhecido me lanço, pois sei que sou Atleticano, sei que sou inteligente e sei que tenho capacidade suficiente para gerir aquilo que para muitos é a vida.

Não me decepcione.

Para todos um forte abraço e que sempre estejamos juntos por muitos anos conjugando o verbo Atleticanear.

Ao Dr. Laertes Fanchin, meu forte abraço, sei que não lembra mais de mim, porém foi teu cliente por muitos anos.

Assim somos, todos atleticanos e todos juntos vamos dar a volta por cima.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…