O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
13 abr 2008 - 11h08

Precisamos e vamos evoluir

Gol aos 30 segundos. Vai ser um massacre, não vai precisar nem do segundo jogo, pensei. Lembrei dos 4 x 1 e os 6 x 0 que o Toledo levou aqui em Curitiba. Aí o jogo começou pra valer. No intervalo, comentei 2 coisas, uma que achei o Marcelo Ramos muito irritado e que o Toledo merecia o empate pelo futebol que estava jogando, e pelo que o CAP não estava. Começa o 2º tempo, a mesma dureza, o mesmo futebol fraco, levando sufoco do Toledo quase que o jogo inteiro. No final, fui contente pelo resultado que nos dá uma enorme vantagem, mas muito preocupado, pelo fraquíssimo futebol apresentado. Por sinal, se o jogo fosse 3 x 1 para o Toledo, o resultado seria justo. Com relação ao Marcelo Ramos, ele estava irritado, pois no jogo inteiro, recebeu poucas bolas e não chutou uma vez no gol, por isso perdeu a cabeça no final. Ele estava nervoso, com razão, pois com os companheiros de ataque que tem, poderia jogar a noite inteira que não faria nada mesmo. Esse William, tem que evoluir muito para ser um atacante reserva, pois não sabe tabelar, não sabe chutar. É muito corre corre e pouca produção. Pimba, que decepção, perdido em campo, pouco atacava e defendia. Os alas, Ney, fraco na marcação e inexistente no apoio. Agora inventou de cruzar na área cobrando lateral, mas não tem força no braço e a bola não chega, sendo facilmente tirada pelo zagueiro. Netinho, parecia que estava emburrado por ser deslocado para a lateral esquerda. Jogou com uma preguiça incrível. Várias vezes notei o bom moço arrumando a manga da camisa e o seu lindo cabelo. Não sou muito fã desse jogador. Ney franco, ótimo técnico, mas que ultimamente tem discursado que o que importa é o resultado, e não se o time joga bem ou não. Acontece, que nosso time vem jogando mal á vários jogos, e tem jogado contra adversários bem mais fracos. Fica a pergunta, e quando for jogar contra os grandes clubes brasileiros? Vai usar do mesmo discurso ? Certamente que não, pois pelo que o time está jogando, certamente não vai ser páreo. Mas vamos falar das coisas boas também. Vinicius, seguro, sem preocupação, até porque temos um bom reserva que é o Galatto (alguém sente saudades do Viáfara e do aprendiz de goleiro Guilherme?), Danilo e Rhodolfo ótimos, Antonio Carlos, exuberante. Que técnica e raça. Certamente, se estivesse em algum clube de SP e RJ, já estaria na seleção brasileira. Alan Bahia, a mesma vontade de sempre, com seus altos e baixos e Valencia, um monstro, jogador de seleção brasileira ou colombiana. Piauí, é o melhor que temos e ve se para de inventar Ney Franco e deixe o menino jogar e Wallysson, lembra muito o Adriano Gabiru quando começou, tímido e franzino, mas que vai evoluir muito. Acho que ainda vamos aplaudir muito esse garoto. Conclusão! para esse campeonato dá, mas precisamos de reforços para o Brasileirão, um lateral direito, que deveria ser esse do Toledo, que joga muito, lateral moderno e ofensivo. Um lateral esquerdo que venha para ser titular, então, não pode ser qualquer um. Mais um zagueiro, para ser reserva dos nossos 3 ótimos defensores. De volantes, não precisa. Estamos cheios, mas precisamos de 2 meias ofensivos, pois Netinho só joga de vez em quando, Irênio não joga nunca e Pimba ainda está aprendendo, mas pode evoluir. E mais um atacante, já que, não tem jeito mesmo, mesmo o menino fazendo vários gols, não dão chances ao Pedro Oldoni. Resumindo, temos um time que fazendo-se boas contratações, principalmente do meio para a frente, pode fazer um bom papel no díficil campeonato brasileiro que vem por aí.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…