O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
17 abr 2008 - 20h26

Generalidades

Seguindo o exemplo do insuperável colunista e gourmet Juarez Villela, vou escrever hoje sobre um pouco de tudo.

Começo com o lançamento dos novos uniformes, afirmando (sem medo de errar) que só pelo fato de tirarem o amarelo, se não me engano instituído em 2005 ou 2006 (coincidência ou não com campanhas horríveis em 2006/07), teremos novamente material de treino mais aprazível visualmente, já que a cor mencionada em nada acrescentou, muito pelo contrário, apenas confundiu, atrapalhou. Também merece menção a seletividade da apresentação já que uns poucos conselheiros/sócios torcedores foram convidados para o lançamento. Agora, 19:45 hs e nada de imagens ou notícias do evento em nenhum site, portanto sem chances de avaliar o uniforme de jogo.

Em termos de futebol, fiquei perplexo com as notícias do dia. Ney Franco está em dúvida sobre quem escalar na ala esquerda – Piauí ou (acreditem se quiser) Michel. Sinceramente não sei o que dizer. Essa insistência com o último me tira do sério. Tudo bem, deve ser bom moço, bom filho, bom isso, bom aquilo, mas porra, futebol ele não sabe jogar. Na frente vai escalar o Netinho junto com o Marcelo Tyson Ramos. Brincadeira. O Toledo vem pra cima, vai fazer pressão, sufocar e aí precisaremos de velocidade, ou estou falando mer….? Chance pro anão Willian recuperar o prestígio perdido. Mas não. Entra Netinho que não sabe mais o que fazer. Um dia é ala, outro meia e outro ainda, atacante! Vai ter uma crise de identidade, já, já, e aí serão meses de tratamento psicológico.

Por último, saiu uma liminar para a rádio que não é séria (segundo eles – diferente, hummmm!). É só o começo, mas já deu pra ver que a artilharia será pesada. As ofensas, ironias, piadinhas, pretenso ar de superioridade foram levadas ao extremo por ocasião do anúncio da decisão provisória de primeiro grau. Interessante que falaram muito de democracia, direito de ir e vir, ditadura, igualdade, sem dúvida expressões lindas e importantes nos discursos, mas na prática não olham seus próprios rabos, nem relembram palavras lançadas com o único intuito de avacalhar, manchar e obscurecer uma instituição chamada Clube Atlético Paranaense, numa verdadeira demonstração de inveja e rancor doentio. O pretexto foi a vitória momentânea, mas os motivos nem Freud explica! Boicotar estes estúpidos seria uma campanha bem vinda.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…