O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
28 abr 2008 - 7h58

Medo de perder e coragem de ousar

Quem tem medo de perder já entra em campo quase derrotado.

Não fui ao jogo, porque não consegui ingresso, mas ouvi depoimentos que me convenceram: o Atlético foi covarde e pagou por isso.

Queria empatar, ou perder de 1×0, e levou 2, o que complicou a nossa vida.

Não entendo a escalação do Michel, como não compreendo deixar o Marcelo Ramos sózinho no ataque. Mas este não é o motivo destas linhas.

O que se viu em campo foi um time covarde, que não queria bater e se contentava em apanhar.

Sem ofensividade alguma, o Atlético tem agora a difícil missão e necessidade de vencer por 3 gols de diferença, na Baixada.

Não é impossível, mas é improvável – se continuar sendo um time covarde (dentro de campo, no seu comando técnico e adjacências).

Falta um berro de macho! Uma porrada da mesa! Um líder! Uma chamada aos brios, para acabar com este sangue de barata que parece ter nos dominado.

Ainda não perdemos a guerra, só a primeira batalha. Já conhecemos melhor o inimigo, assim como temos maior consciência das nossas armas e campo de batalha (nossa casa).

Alianças possíveis? Só a nossa invencível torcida, pois a Imprensa como um todo está contra. Tive a curiosidade de ouvir várias rádios, hoje. Era impressionante como não havia empolgação alguma dos narradores nas jogadas atleticanass (ocorrendo o oposto nas jogadas coritibanas).

Os comentaristas, então, eram todos só elogios aos Coritiba e nada de bom no Atlético. Parcialidade em quase todas, contra nós, a favor deles. Há uma união de interesses em nos derrubar (time e diretoria), por causa de iniciativa de cobrar das rádios os direitos pelas transmissões (como já paga a TV).

Só a nossa moobilização, força e coragem dos jogadores e treinador nos tiram deste buraco, onde nos metemos por nossa própria incapacidade.

Temos como sair dessa, com raça, força, determinação e coragem de atacar desde o primeiro segundo de jogo (com firmeza na defesa e ousadia no ataque).

Não vai ser fácil. Mas dá para vencer. Eu acredito, ainda – e sempre.

Atlético. Conhecemos seu valor.
E a camisa rubro-negra só se veste com amor.

Lembrem disso, em cada segundo.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…