O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
8 maio 2008 - 12h24

Memória curta

O brasileiro tem memória curta, isto é fato, todos já sabem. Mas algo que muita gente também não sabe é que o Atleticano (o paranaense) também tem memória curta, e pior ainda, anda falando muita besteira.

Pessoas vem utilizando termos como ‘nosso’ santuário, nosso ‘Atlético’, conselho de ‘ditadores’ e outros termos deselegantes para falar mal de pessoas que nem conhecem. Não conhecem mas já deveriam conhecer visto o que têm feito pelo CA Paranaense nos últimas anos, especificamente de 1995 para cá.

01. MEU ATLÉTICO
Em primeiro lugar não lembro de alguém ter comprado o CAParanaese para se intitular dono. O CAParanaense é um clube, uma instituição com pessoas que o dirigem (e muito bem, por sinal), com regras, estatutos e principalmente democracia (voto).

Quer contribuir? Quer ter poder de decisão? É simples, associe-se ao clube, pague em dia e após um ano participe de verdade.
Pagar o ingresso te dá o direito de entrar no estádio e de assistir a um jogo de futebol, não te dá o direito de exigir nada mais do que isso.

02. NOSSA BAIXADA
Pessoas pedem a conclusão da Arena da Baixada. Pedem não, exigem! Exigem baseado em que? Com que direito?
O próprio Marolla, ex-goleiro e ídolo atleticano, em entrevista recente lembrou que a poucos anos atrás os jogadores treinavam no Joaquim Américo cheio de mato e que nem chuveiro com água quente tinham.
Vamos aos fatos: Hoje a Arena é reconhecida nacionalmente, tem cadeiras em 100% dos lugares, banheiros limpos, praça de alimentação, loja própria (Arena Store), estacionamento, academia e lugares privilegiados para se assistir a um jogo de futebol.

Eu cheguei a assistir jogos num estádio chamado Pinheirão, e… bem, sem comentários.

Vem falar que exigem isso ou aquilo!? Exigem porque? O que fez de concreto na construção do estádio para poder exigir algo?
Mais um dado para os desinformados de plantão. Frase de Luciano do Vale, conceituado cronista esportivo: ‘O estádio mais charmoso e bonito do Brasil’, referindo-se à Arena do CAParanaense durante a transmissão de Palmeiras e Ponte Preta pela campeonato paulista 2008

03. ONDE ESTÃO OS TÍTULOS PROMETIDOS PELA DIRETORIA?

Torcedores reclamam da falta de títulos, que não há planejamento, cadê os jogadores, blá, blá, blá, blá…
Como diz uma antiga música, recordar é viver, portanto, vamos aos números:

1995 – Série B (volta à primeira divisão)
1998 – Campeão Paranaense (sobre o coxa, após um jejum de sete anos)
1999 – Seletiva Libertadores (Participação inédita na Libertadores)
2000 – Campeão Paranaense (sobre o coxa e na nova Arena)
2001 – Bi-Campeão Paranaense
2001 – Campeão Brasileiro (sonho antigo)
2002 – Tri-Campeão Paranaense (inédito)
2003 – Copa Sesquicentenário (sobre o time titular do coxa)
2005 – Campeão Paranaense (sobre o coxa)

Outras duas campanhas importantes:
Vice Brasileiro em 2004 e Vice da Libertadores em 2005

04. Ô,Ô,Ô,Ô,Ô,Ô,Ô QUEREMOS JOGADOR
Muito se falou de Ferreira, Alex Mineiro, Clayton e outros jogadores que saíram do CAParanaese. Pessoas falam que a culpa é da diretoria. Vamos fazer uma analogia:
José trabalha no empresa X e ganha R$ 1.000,00 + benefícios
José recebe proposta da empresa Y para ganhar R$ 5.000,00 + benefícios

Se você fosse José, aceitaria? Se por acaso seu chefe não o liberasse, você ficaria na empresa feliz e produzindo o seu máximo?

Futebol é negócio como outro qualquer. Jogador de futebol é funcionário como eu e você (a menos que voce seja um desocupado, claro!), tem família, sonhos e desejos.

05. FORA MARIO CELSO PETRAGLIA
Esta foi umas das piores besteiras que já escutei durante jogos do CAParanaense. MCP é um ser humano como todos nós, tem seus acertos e também os seus erros, mas, não merece RESPEITO.

Este homem fez:
– O clube voltar a primeira divisão e nunca mais cair (já são treze anos)
– Conquistar o campeonato brasileiro e espantar um fantasma que existia desde 1985.
– Trouxe os jogos para a Baixada, e mais, criou uma Arena.
– Sanou as dívidas do clube.
– Criou um programa de sócios consistente.
– Entre outras ações como CT, parceria com Umbro etc.

06. OPÇÃO
Para mim é muito simples fazer a escolha.
Opção 01: Compro meu ingresso, assisto aos jogos, xingo o juiz quando quero e vou para minha casa numa boa.
Opção 02: Me associo, pago tudo em dia, espero um ano e aí sim começo a participar ativamente do clube do meu coração.

Mario Celso Petraglia não é santo e nem o CAParanaense é um paraíso, mas torcer para este clube já foi um inferno.

Paulo Neto
Torcedor do CAParanaense – Não sócio
31 anos – CPF: 026.960.659-93
pneto.4873@yahoo.com.br



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…