O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
19 maio 2008 - 10h42

Chega de ‘ataque de nervos’

Chega de mediocridade, seja por parte da imprensa, da comissão técnica, da diretoria ou da torcida! Parem de defender Marcelo Ramos como um grande craque, pois atacante que não faz pelo menos um gol a cada dois jogos não merece ser chamado de atacante!

Há muitos jogos venho observando o ‘tal’ atacante e não tenho visto ele ganhar nenhuma (nenhuma) bola na disputa com zagueiros, seja por cima ou pelo chão. O que ele sabe fazer é tocar a bola (quando consegue dominá-la) para trás, jamais encara um zagueiro no drible, mesmo que esteja no mano a mano, o que é obrigação de um atacante.

Está na hora de dar ritmo de jogo aos outros atacantes (pena que Oldoni deve ir para Europa) porque o que falta é colocar os outros para jogar e não insistir com um ataque que não faz gols. Já perdemos um título por jogar só na defesa e dependermos só de zagueiros para fazer gols, o que levou o pobre do treinador a jogar com o regulamento ao invés de colocar o furacão para cima dos adversários como sempre foi.

Não perdemos o campeonato paranaense por um falha do Danilo ou do Vinicius, mas porque não fizemos nenhum gol na casa do adversário e em nossa casa temos jogado mal. O time tem demonstrado (quando mostra) melhor futebol fora de casa, mas com um atacante cansado e sozinho, não fez nenhum gol no primeiro jogo da final, esta foi a causa da perda do título. Foi no chiqueirão que perdemos o título e não na Arena!

Portanto, enquanto não voltar aquele esquema de time que ataca e faz gols, não chegaremos a lugar nenhum com time que só toma sufoco porque é limitado e não tem meio-campo e ataque. Era bem melhor quando tomava gols, mas garantia a vitória marcando mais que o adversário.

Precisamos somar o máximo de pontos em casa e se garantir já no primeiro turno pois é muito perigoso deixar a reabilitação para o final do campeonato como vimos no ano passado. Observe-se que no ano passado a briga para evitar o descenso começou na trigésima rodada e não deu mais tempo para alguns, como o nosso rival do viaduto.

Ao ataque, Furacão!



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…