21 set 2008 - 19h06

Placar fechado. Zero para os dois lados

Em um jogo de baixo nível técnico, Atlético-PR e Grêmio empataram sem gols, na tarde deste domingo, na Arena da Baixada, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado magro foi suficiente para o Grêmio manter a liderança, mas a diferença pode cair perigosamente para um ponto, caso o Palmeiras vença o Vasco, ainda neste domingo, no Palestra Itália. Com o resultado, o Tricolor gaúcho atingiu os 50 pontos, contra 46 do Alviverde Paulista, que pode chegar aos 49, caso bata os vascaínos. Foi o terceiro jogo seguido sem vitória do time gaúcho no campeonato.

O Furacão permaneceu seriamente ameaçado pela zona de rebaixamento. Com 27 pontos, o time paranaense segue em 16º lugar, mas pode ser ultrapassado e terminar na degola, se o Vasco, o 17º colocado, vencer o Palmeiras, ainda neste domingo.

Na próxima rodada, domingo (28), os dois times têm clássicos regionais pela frente. Às 16h, o Atlético-PR enfrenta o Coritiba, no Couto Pereira. O Grêmio visita o Internacional, no Beira-Rio, às 18h10.

O jogo

O jogo começou com as duas equipes marcando muito forte e errando muitos passes. O equilíbrio permaneceu até os 15 minutos, quando o Grêmio passou a encontrar espaços e explorar erros da defesa atleticana.

A primeira boa chance do time gremista aconteceu aos 20 minutos e veio de um presente do lateral Alberto. Ele tentou cortar de cabeça e tocou nos pés de Perea, que entrou livre na área, limpou um zagueiro, chutou de pé esquerdo. Galatto, em grande defesa, impediu o gol.

O Tricolor tinha maior volume de jogo e continuava fustigando o gol rubro-negro. Aos 23 minutos, após a cobrança de uma falta, Paulo Sérgio apanhou um rebote, fora da área, e mandou uma bomba. Galatto, outra vez, se esticou e espalmou para escanteio.

O Furacão teve sua melhor chance aos 34 minutos. Netinho cruzou na área, Júlio César não alcançou e a bola sobrou para Rafael Moura, de frente para o goleiro Victor. O atacante cabeceou mal, por cima do gol e perdeu boa oportunidade.

O segundo tempo começou com Atlético no ataque. Rafael Moura recebeu um bom cruzamento de Ferreira, mas errou feio na conclusão. Na resposta, aos 3 minutos, Perea roubou de Alberto e bateu da entrada da área. Galatto, bem colocado, novamente salvou o time da casa.

O jogo aéreo do Grêmio começou a funcionar e a causar muita dificuldade à defesa do Furacão. Aos 13 minutos, Tcheco levantou na área e o zagueiro Jean cabeceou, para nova defesa de Gallatto. Na sobra, Réver bateu e a bola bateu no rosto de Rhodolfo e saiu para escanteio.
O jogo seguiu muito disputado, mas com baixo nível técnico e poucas oportunidades de gol.

O Furacão, ainda chegou com perigo, aos 17 minutos, com Netinho que arriscou de fora da área e obrigou o goleiro Victor a mandar para escanteio.

No restante da partida, os dois times pareciam satisfeitos com o resultado e diminuiram visivelmente o ritmo. O resultado acabou sendo bom para o Tricolor gaúcho, que assegura por mais uma rodada a liderança do Brasileirão.

Os jogadores gremistas saíram reclamando muito de um pênalti cometido por Zé Antônio sobre Soares, aos 42 minutos. "É uma absurdo ele não marcar, um carrinho por trás, " disse Tcheco.

%ficha=662%



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…